Publicidade

srmacedo

Members
  • Total de itens

    317
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias vencidos

    7

srmacedo venceu o dia em Agosto 6

Teve o conteúdo mais curtido

Reputação

62 Bom

5 Seguidores

Sobre srmacedo

  • Data de Nascimento 07-01-1998

Informações Pessoais

  • Sexo
    Masculino
  • Localização
    Rio de Janeiro
  • Interesses
    PHP, Design Patterns, MYSQL, POO, Ajax, JS, JQuery, Empreendedorismo, Frameworks, Laravel, CakePHP

Contato

  • Skype
    tevalen22
  • Site Pessoal
    localhost

Últimos Visitantes

773 visualizações
  1. O break serve para sair do loop, seguindo esse contexto é impossível chegar ao echo.
  2. Nessa linha você deveria por: if (empty($this->getEstabelecimento(12)) Você chamando o método, logo é retornado o valor para ser processado. ## Quando você usa '$this->propriedade' é diferente de você usar $propriedade. Uma é propriedade do objeto e outra é uma variável local (só pode ser acessada dentro do método definido.)
  3. É só colocar '$insert->execute();'
  4. No google tem vários... bons estudos!
  5. De fato sim. Quando você tem um sistema 'sustentável', com poucas modificações você consegue alterar muito sem modificar em vários lugares. Agora se você usa mysql, boa sorte na refatoração. Ou você pode continuar usando as funções de 'ant sql' e viver com a insegurança de um problema adormecido...
  6. Provavelmente não há essa possibilidade. Desenvolvimento desktop é totalmente diferente... Então a melhor ferramenta é a IDE-DEDO.
  7. O que seria PDO? PDO é a sigla para PHP Data Object. O que pode se fazer com PDO? Através dessa classe é possível fazer uma conexão com o banco de dados de forma segura. Antes quando tínhamos apenas o método 'mysql_' para se conectar com um banco de dados, era possível uma pessoa sem conhecimento em invasão, está invadindo o seu banco de dados com facilidade, pois muita das vezes os programadores não sabiam tratar essas falhas da melhor forma possível. Agora esse cenário é um pouco diferente. A classe PDO já tem métodos próprios para tratar os valores das variáveis antes de atribuir os valores a consulta, podendo se prevenir das INJEÇÕES DE SQL. Para saber mais informações sobre como utilizar, veja o artigo.
  8. Você já fez um tópico semelhante à esse e eu te disse o que era para fazer. O addslashes pode ser um complemento para adicionar '\'. Mas você não precisa ficar recriando métodos pois já tem uma classe nativa do PHP que é o PDO.
  9. Da um print_r na variável pegar e posta aqui.
  10. Que tal usar PDO?
  11. Lembrando que você precisa ter uma outra página, rota ou o que seja para retornar os dados do usuário. Dê uma lida na explicação que eu dei nesse comentário, deve auxiliar em algo.
  12. Isso é mais simples do que se parece, você so precisa de uma única página. Acessando a página http://meusite.com/perfil/srmacedo/2018/ Basta notar que em nosso exemplo temos uma sequência de número que formados em conjunto se tornam 2018. Sequencia estranha de números Mas o que é esse número estranho? Esse número nada mais é do que o ID do usuário no banco de dados. O que fazer com esse número Basta você pegar esse número e efetuar uma consulta no banco de dados solicitando as informações referente à esse número que está exposto em nosso endereço. A partir desse momento você consegue obter todos os dados referentes à esse usuário. Efetuando à consulta Para efetuar a consulta basta você pegar o número através de parâmetro; seja via GET ou explodindo a url. Exemplo de consulta com o número em mãos: select * from users where id = 2018 Pronto! Você agora tem todos os dados referente ao usuário. Lembrando que você pode também salvar o ID do usuário em uma sessão.
  13. Ele faz referência ao ID correspondente. Por exemplo, eu tenho uma div cujo o ID da mesma é 'venda'. Suponhamos que eu tenha um menu com um item chamado 'Venda'. Basta apenas eu colocar o seguinte 'link' nele: <a href='#venda'>Venda</a> Agora sempre que um usuário clicar nesse item do menu o browser move a tela dele para a div correspondente ao ID.
  14. Javascript é diferente de java. O js não vai atrapalhar o seu desempenho, até porque algo desse estilo é só esconder e mostrar de acordo com o que foi selecionado. Se você está preocupado, deveria usar um framework (já que eles já está totalmente maduro à ponto de oferecer suporte à esse tipo de projeto) ou aprender a linguagem mais profundamente. Vale ressaltar que isso também não só depende da sua aplicação, mas entre outros aspectos como o seu servidor. Já pensou em usar NodeJS?
  15. HTML é apenas marcação de texto, ele serve apenas para você especificar 'Aqui é um bloco ou um titulo e etc'. Javascript é uma linguagem potente que roda no lado do cliente.