Ir para conteúdo
lucascal

Pra que usar class abstrata - PHP

Recommended Posts

Pra que a gente usa class abstrata, se, a gente "não precisa".

 

Por exemplo, o que eu faço assim:

 

<?php

abstract class Animal {
    //Atributos
    protected $peso, $idade, $membros;
    
    //Métodos
    abstract function locomover();
    abstract function alimentar();
    abstract function emitirSom();
    
    //Getters and Setters
    function getPeso() {
        return $this->peso;
    }

    function getIdade() {
        return $this->idade;
    }

    function getMembros() {
        return $this->membros;
    }

    function setPeso($peso) {
        $this->peso = $peso;
    }

    function setIdade($idade) {
        $this->idade = $idade;
    }

    function setMembros($membros) {
        $this->membros = $membros;
    }


}

 

<?php
require_once 'Animal.php';
class Mamifero extends Animal {
    //Atributos
    private $corPelo;
    
    
    //Métodos
    public function alimentar() {
        echo"<p>Mamando!</p>";
    }

    public function emitirSom() {
        echo "Som de mamífero!";
    }

    public function locomover() {
        echo"<p>Correndo!</p>";
    }
    //Métodos Getters and Setters
    
    function getCorPelo() {
        return $this->corPelo;
    }

    function setCorPelo($corPelo) {
        $this->corPelo = $corPelo;
    }
}
<?php
require_once 'Mamifero.php';
class Cachorro extends Mamifero {
    public function emitirSom() {
        echo"<p>Au!Au!Au!</p>";
    }
}

 

 

Pra que, usar a class abstrata, se eu poderia fazer o programa sem ela?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

é uma boa pergunta, mas, com ela, você saberá que métodos você precisa implementar para que seu código não dê problemas.

aqui você responde a maioria de suas dúvidas em relação a poo

 

 

Editado por Gabriel Heming
Remover quote desnecessário
  • +1 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cara, acho que é a melhor didática que já vi.

Editado por Gabriel Heming
Remover quote desnecessário
  • +1 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Uma classe abstrata pode ser herdada e faz com que todas classes filhas tenham os métodos e definam os métodos abstratos independente da regra de negócio de cada classe mas mantendo o contrato.

 

Por exemplo:

  • Classe abstrata
<?php

abstract class Formater
{	
  protected $text;
  
  public function setText(string $text)
  {
    $this->text = $text;
  }
  
  abstract public function edit(); 
}

 

  • Classes herdeira
<?php

class Bold extends Formater
{
  public function edit()
  {
    return '<strong>' . $this->text . '</strong>';
  }
}
<?php

class Title extends Formater
{
  public function edit()
  {
    return '<h1>' . $this->text . '</h1>';
  }
}

Conclusão, uma classe abstrata serve também como um contrato semelhante à uma interface, só que é possível estender métodos e obriga as classes filhas à seguirem o contrato (criando os métodos definidos como abstratos).

Espero que os exemplos te ajude em algo.

[]s.

  • +1 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Uma classe abstrata ou interface funciona como um molde, e tem várias utilidades.

 

Digamos que você precise conectar ao banco de dados com MySQL. Criando um molde de uma classe abstrata primeiro, e criando a classe concreta MySQL depois que conecta ao banco, você permite que outras pessoas (ou você mesmo) criem classes concretas de conexão a Oracle, Postgree, etc.. que são classes concretas a partir de sua classe abstrata. Até dá para criar conexões falsas para servir de testes.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
6 minutos atrás, Kosonome disse:

Uma classe abstrata ou interface funciona como um molde, e tem várias utilidades.

 

Digamos que você precise conectar ao banco de dados com MySQL. Criando um molde de uma classe abstrata que conecta ao banco de dados primeiro, e criando a classe concreta MySQL depois, você permite que outras pessoas (ou você mesmo) criem classes concretas de conexão a Oracle, Postgree, etc.. que são classes concretas a partir de sua classe abstrata. Até dá para criar conexões falsas para servir de testes.

Infelizmente não é bem dessa forma. Você não precisa estender uma classe que efetue uma conexão com banco de dados.
Você teria uma classe que seria acoplada à classe que é responsável por conectar, mas mesmo assim não há motivos para essa classe acoplada ser abstrata para ser estendida por outros models.

Você apenas iria reutilizar métodos (select, insert, update e etc), você não tem o porque ser obrigado a ter um método especifico em todos os models.
Coisas e coisas...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
10 horas atrás, quimera disse:

é uma boa pergunta, mas, com ela, você saberá que métodos você precisa implementar para que seu código não dê problemas.

É exatamente isso, mas só para dar uma estendida na sua curta resposta...
Uma classe abstrata é usada como uma interface, a diferença é que você pode estender métodos.

 

# não mesclou

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 minuto atrás, jamesbond disse:

Infelizmente não é bem dessa forma. Você não precisa estender uma classe que efetue uma conexão com banco de dados.
Você teria uma classe que seria acoplada à classe que é responsável por conectar, mas mesmo assim não há motivos para essa classe ser abstrata.

Corrigido, não era isso que queria ter escrito, rs..

  • +1 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
6 minutos atrás, Kosonome disse:

Corrigido, não era isso que queria ter escrito, rs..

Relaxa amigo, errando que se aprende :tounge_wink:.
Eu fiz questão de te responder, pois eu já cometi esses erros que você citou, diversas outras pessoas já cometeram e ainda cometem.
Mas foi errando que eu consegui ser corrigido pelo @Williams Duarte.

[]s.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
18 horas atrás, lucascal disse:

Pra que a gente usa class abstrata, se, a gente "não precisa".

 

Se você não precisa dela e está usando, está implementando errado.

 

Entenda a classe abstrata como a mescla entre uma classe concreta e uma interface.

 

Em uma interface, por exemplo, todos os métodos são públicos e abstratos, já em uma classe concreta, você não pode ter métodos abstratos. Mesclando ambas as classes, você possui uma classe que pode possuir métodos concretos e métodos abstratos, podendo ser, além de public, protected.

 

18 horas atrás, lucascal disse:

Pra que, usar a class abstrata, se eu poderia fazer o programa sem ela?

 

A primeira grande vantagem é reutilização de código entre um grupo de objetos do mesmo tipo. Visto que uma classe abstrata não pode ser instanciada, o objeto acaba contendo apenas código em comum entre as classes especializadas.
 

A segunda vantagem, é a utilização como contrato (interface) e o uso do polimorfismo.

 

O exemplo mais famoso é o de conta bancária (classes: Conta, ContaCorrente e ContaPoupança). Aonde a classe Conta é abstrata implementando todos os métodos em comum de todas as contas. Já, as demais classes (que são concretas), implementam o que é de particularidade própria.

  • +1 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Como o Gabriel disse, sua implementação usando classes abstratas, está equivocada!

 

Classes abstratas faz com que você deixe seu código mais coeso e, com baixo acoplamento.

 

Um exemplo de uso na vida real, você pode ter uma classe abstrata "RepositoryAbstract" contendo todos os métodos de manipulação de banco de dados "CRUD" etc, que é comum as demais classes, assim que seu sistema for crescendo.

Através de outra Repository, você estende a  classe abstrata contendo todos os métodos.

 

class UserRepository extends RepositoryAbstract {

}

class PostRepository extends RepositoryAbstract {

}

class AddressRepository extends RepositoryAbstract {

}

Quando você estudar inversão de dependência as coisas ficaram mais claras.
Do mais é estudar mesmo, não tem subjetividade.

  • +1 1
  • -1 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É importante notar que abstração não tem nada a ver com classes abstratas da linguagem A ou B e pode ser utilizada em qualquer linguagem e até na vida, podemos usar abstração até com uma classe concreta, com JavaScript, etc.

Dito isso, ao pensarmos em abstração, logo a vida nos mostra que é a maior programadora de todos os tempos, notou que seres humanos são um tanto diferentes fisicamente? nos somos a aplicação concreta da abstração, por isso todos os seres são obrigados a comer e beber água para sobreviver, porque na classe abstrata da vida tinha os métodos abstratos comer e beber e outros concretos que são os que nosso corpo faz em segundo plano, mas a vida não fez isso separadamente para cada um, ela criou apenas um ser abstrato e fez com que outros se derivassem dele, de nossos pais até o primeiro.

 

Entenda que comer e beber são métodos abstratos que a vida delegou para o ser humano fazer sozinho, mas ela implementou suas próprias coisas concretas dentro dessa classe abstrata, por exemplo, não precisamos fazer nada para o coração bater, ele bate sozinho, isso é uma implementação concreta dentro de uma classe abstrata.

 

Tendo isso em mente, uma das coisas mais brilhantes que podemos fazer com classes abstratas é a aplicação do conceito DRY (Don't Repeat Yourself), isso quer dizer que em uma classe abstrata podemos fazer coisas que serão usadas por outras classes sem precisar que elas mesmas façam.

abstract class Humano
{
    public function __construct()
    {
        $this->baterCoracao();
    }
    
    private function baterCoracao()
    {
        // Isso é privado, faz sozinho
        // é tanto que para concertar é preciso cortar e invadir
    }
    
    abstract public function beberAgua();
    
    abstract public function comer();
}

class Lucas extends Humano
{
    public function beberAgua()
    {
        // Beba água se não morre
    }
    
    public function comer()
    {
        // coma se não morre
    }
}

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

  • Conteúdo Similar

    • Por vitor_dv
      Boa noite,  dia,  Developers.
      Procuro parceiros para me auxiliar nos projetos que se apresentam. Recuso todos e continuo com os meus pois sozinho não quero assumir compromisso. Ainda não atuo na área carecendo de feedback de profissionais. Meu foco é PHP e javascript em segundo plano, porém, os projetos que se apresentão são variados. Não posso oferecer serviços sem parcerias e é interessante para todos reunirmos esforços. Dividimos responsabilidades e lucros. Atualmente tento desenvolver ambiente no vagrant com centos, nginx e apache2 com mariadb e mysql. Estou recomeçando os estudos pois preciso implementar padroes de projetos e TDD  também, mas já tenho alguma bagagem na parte de código que sempre considerei mais importante.
       
      Desculpas aos moderadores se minha pergunta é impropria, mas como o site axilia programadores, tomei a liberdade.
      Desde já agradeço e sucesso a todos.
    • Por Jeovane Carvalho
      Saudações senhoras e senhores, e estou com uma pequena dificuldade..
       
      Preciso fazer várias requisições de vários mapas conforme os ips coletados, e a configuração para pegar as coordenadas de latitude e longitude pelo IP eu já consegui fazer, mas só gera um mapa e os outros ips correspondentes ele não aparece, pois sei que preciso criar uma requisição para carregar de cada ip um mapa, e deixei um link disponível para vocês terem ideia .
       
      LINK PARA O TESTE DO MAPA DO GOOGLE
       
      No link acima é a maneira como eu pretendo, mas só aparece o primeiro mapa e vejam que as coordenadas é de acordo com cada IP, e sou ciente que essas localizações não são exatas por se tratar de IPS dinâmicos.
       
      SEGUE O CÓDIGO QUE ESTOU USANDO PARA O SISTEMA !
       
      <script type="text/javascript"> jQuery(document).ready(function(){ jQuery('#form_2').submit(function(){ beforeSend:$("#new_carregando").fadeIn(900); var dados = jQuery( this ).serialize(); jQuery.ajax({ type: "POST", url: "deletar_visitantes_online.php", data: dados, success: function( data ){ if(data){ alert(data); complete:$("#new_carregando").fadeOut(1400); }else if(data){ alert("ok"); window.self.location.href ="visitas.php"; complete:$("#new_carregando").fadeOut(1400); } } }); return false; }); }); </script> <?php include_once("config.php"); // A sessão precisa ser iniciada em cada página diferente if (!isset($_SESSION)) session_start(); $session =$_SESSION['UsuarioUSUARIO']; header( 'Content-Type: text/html; charset=utf-8' ); header( "Cache-Control: no-cache, must-revalidate" ); header( "Expires: Mon, 26 Jul 1997 05:00:00 GMT" ); // Verifica se não há a variável da sessão que identifica o usuário //recebemos o parametro vindo do ajax if($_POST['page']){ //configurações da pagina $page = $_POST['page']; $cur_page = $page; $page -= 1; $per_page = 10; $previous_btn = true; $next_btn = true; $first_btn = true; $last_btn = true; $start = $page * $per_page; //inclui o arquivo de conexão //instanciamos nossa classe //executamos nossa query $sql = $MySQLi->query("SELECT id FROM visitantes_online ORDER BY id DESC LIMIT 10") or print(mysqli_error()); $total = mysqli_num_rows($sql); $total_max=$total=10; /* calcula a quantidade de produtos sendo exibidos no momento */ $query =$MySQLi->query("SELECT * FROM visitantes_online LIMIT ".$start.",".$per_page.""); $Quant = mysqli_num_rows($query); ?> <style> /* Always set the map height explicitly to define the size of the div * element that contains the map. */ #map { height: 80%; } /* Optional: Makes the sample page fill the window. */ html, body { height: 100%; margin: 0; padding: 0; } </style> <?php // create a new cURL resource // fim da Função do contador de visitas com banco de dados // function getPage($url, $referer='', $timeout=30, $header=''){ if ($referer=='') $referer='http://'.$_SERVER['HTTP_HOST']; if(!isset($timeout)) $timeout=30; $curl = curl_init(); if(strstr($referer,"://")){ curl_setopt ($curl, CURLOPT_REFERER, $referer); } curl_setopt ($curl, CURLOPT_URL, $url); curl_setopt ($curl, CURLOPT_TIMEOUT, $timeout); curl_setopt ($curl, CURLOPT_USERAGENT, sprintf("Mozilla/%d.0",rand(4,5))); curl_setopt ($curl, CURLOPT_HEADER, (int)$header); curl_setopt ($curl, CURLOPT_RETURNTRANSFER, 1); curl_setopt ($curl, CURLOPT_SSL_VERIFYPEER, 0); $html = curl_exec ($curl); curl_close ($curl); return $html; } ?> <form action="" method="POST" id="form_2" name="apaga" enctype="multipart/form-data"> <div class="visitas_botao"> <input type="hidden" name="Quantidade" id="Quantidade" value="<?php echo $total_max; ?>"> <input type="submit" name="button" id="button" value="Apagar"> <input type="reset" name="button2" id="button2" value="Cancelar"> <input type="checkbox" name="chkAll" onClick="checkAll(this)"><b>Selecionar Tudo</b> </div> //*** AQUI COMEÇA O CÓDIGO PARA PEGAR AS COORDENADAS E EXIBIR O MAPA USANDO O CURL E O WHILE PARA BUSCAR TODOS OS IPS ARMAZENADOS ***// <?php $i = 10; while($result = mysqli_fetch_array($query)) { $id=$result['id']; $ip = $result['ip_usuario']; $data = $result['tempo_sessao']; echo "<br /> "; //// guarda uma copia do xml no seu servidor $ch = curl_init("http://ip-api.com/xml/".$ip.""); $fp = fopen("feedcache.xml", "w"); curl_setopt($ch, CURLOPT_FILE, $fp); curl_setopt($ch, CURLOPT_HEADER, 0); curl_exec($ch); curl_close($ch); fclose($fp); // carrega o arquivo, porém agora local $xml = simplexml_load_file("feedcache.xml"); $subs = $xml->feed->entry['circulation']; //--- $dados['sucesso'] =(string) $xml ->status; $dados['rua'] = (string) $xml ->country; $dados['bairro'] = (string) $xml->region; $dados['cidade'] = (string) $xml ->regionName; $dados['estado'] = (string) $xml ->city; $dados['zip'] = (string) $xml ->zip; $dados['latitude'] = (string) $xml ->lat; $dados['longitude'] = (string) $xml ->lon; $dados['timezone'] = (string) $xml ->timezone; $dados['provedor'] = (string) $xml ->isp; $dados['empresa'] = (string) $xml ->org; $dados['estado'] = (string) $xml ->as; $dados['IP'] = (string) $xml ->query; ?> <script> // This example displays a map with the language set to Arabic and the // regions set to Egypt. These settings are specified in the HTML script // element when loading the Google Maps JavaScript API. // Setting the language shows the map in the language of your choice. // Setting the region biases the geocoding results to that region. // In addition, the page's html element sets the text direction to // right-to-left. function initMap() { var cairo = {lat: <?php echo $dados['latitude']?>, lng:<?php echo $dados['longitude']?>}; var map = new google.maps.Map(document.getElementById('map'), { scaleControl: true, center: cairo, zoom: 18 }); var infowindow = new google.maps.InfoWindow; infowindow.setContent('<b>MAPA</b>'); var marker = new google.maps.Marker({map: map, position: cairo}); marker.addListener('click', function() { infowindow.open(map, marker); }); } </script> <script src="https://maps.googleapis.com/maps/api/js?key=AIzaSyAQiIvxtURMaZKpE6Tj6hyJdfC72kgQI3g&callback=initMap" async defer></script> //*** FIM DA PARTE DE BUSCA DOS MAPAS ***// <div class="visitas_botao"><?php echo $id;?>  <input type="checkbox" name="del_" value="<?php echo $id; ?>" /> <font color="#999">IP: </font><b> <?php echo $ip; ?></b> <span style="padding:10px;margin-left:100px;color:#003366"><b> Data <?php echo $data; ?> | LATITUDE:<?php echo $dados['latitude']?> | LONGITUDE<?php echo $dados['longitude']?></b></span>MAPA: <div id="map" style="width:70%; height:300px"></div><?php echo $i++;?> </div> <?php } ?> <br /><div class="visitas_botao"> <input type="hidden" name="Quantidade" id="Quantidade" value="<?php echo $total_max; ?>"> <input type="submit" name="button" id="button" value="Apagar"> <input type="reset" name="button2" id="button2" value="Cancelar"> <input type="checkbox" name="chkAll" onClick="checkAll(this)"><b>Selecionar Tudo</b> </div></form> <?php /* --------------------------------------------- */ //contamos quantos resgistros possui para controle dos botões $resultado2 = $MySQLi->query("SELECT COUNT(*) AS count FROM visitantes_online"); if(count($resultado2)){ foreach ($resultado2 as $res2) { $count = $res2['count']; } } //desconecta do banco $no_of_paginations = ceil($count / $per_page); /* ---------------Calculando a valores inicial e final para o loop----------------------------------- */ if ($cur_page >= 4) { $start_loop = $cur_page - 1; if ($no_of_paginations > $cur_page + 3) $end_loop = $cur_page +4; else if ($cur_page <= $no_of_paginations && $cur_page > $no_of_paginations - 6) { $start_loop = $no_of_paginations - 4; $end_loop = $no_of_paginations; }else{ $end_loop = $no_of_paginations; } }else{ $start_loop = 1; if($no_of_paginations > 6) $end_loop = 6; else $end_loop = $no_of_paginations; } /* ----------------------------------------------------------------------------------------------------------- */ $msg .= "<div class='pagination'><ul><br />"; // para habilitar o primeiro botão if ($first_btn && $cur_page > 1) { $msg .= "<li p='1' class='active'>Início</li>"; }elseif($first_btn) { $msg .= "<li p='1' class='inactive'>Início</li>"; } // Para permitir que o botão anterior if ($previous_btn && $cur_page > 1) { $pre = $cur_page - 1; $msg .= "<li p='".$pre."' class='active'>Anterior</li>"; }elseif($previous_btn) { $msg .= "<li class='inactive'>Anterior</li>"; } for ($i = $start_loop; $i <= $end_loop; $i++) { if ($cur_page == $i) $msg .= "<li p='$i' id='pass_2' class='active'>{$i}</li>"; else $msg .= "<li p='".$i."' class='active' id='pass'>{$i}</li>"; } // Para permitir o botão próximo if ($next_btn && $cur_page < $no_of_paginations) { $nex = $cur_page + 1; $msg .= "<li p='".$nex."' class='active'>Próximo</li>"; }elseif($next_btn) { $msg .= "<li class='inactive'>Próximo</li>"; } // Para ativar o botão final if ($last_btn && $cur_page < $no_of_paginations) { $msg .= "<li p='".$no_of_paginations."' class='active'>Última</li>"; }elseif($last_btn){ $msg .= "<li p='".$no_of_paginations."' class='inactive'>Última</li>"; } $goto = '<input type="text" class="goto" size="1"/><input type="button" id="go_btn" class="go_button" value="Seguir"/>'; $total_string = "<div class='total' a='".$no_of_paginations."'>Página <b>" . $cur_page."</b> de <b>".$no_of_paginations."</b></div>"; $msg = $msg."".$goto.$total_string."</ul></div><br />"; // Content for pagination //retornamos nossa var com nosso html feito echo $msg; } ?>  
      Tentei fazer as requisições com ajax para recarregar o script do google mas sem sucesso, mas se alguém tiver uma ideia de como fazer eu agradeço
       
       
    • Por Rodrigo Vieira E da Silva
      Boa tarde Comunidade, tudo bem?
       
      Estou fazendo um envio de e-mail utilizando a classe PHPMailer mas o email está chegando em branco o que pode estar acontecendo você podem me ajudar?
      Veja o código.
       
      <?php ini_set('display_startup_errors',1); ini_set('display_errors',1); error_reporting(E_ALL); // Adiciona o arquivo class.phpmailer.php - você deve especificar corretamente o caminho da pasta. require_once("PHPMailer-master/PHPMailerAutoload.php"); // Aqui inicia a classe PHPMailer if(isset($_FILES['arquivo'])){ $errors= array(); $file_name = $_FILES['arquivo']['name']; $file_size = $_FILES['arquivo']['size']; $file_tmp = $_FILES['arquivo']['tmp_name']; $file_type = $_FILES['arquivo']['type']; $file_ext=strtolower(end(explode('.',$_FILES['arquivo']['name']))); $expensions= array("jpeg","jpg","png","pdf"); if(in_array($file_ext,$expensions)=== false){ $errors[]="Essa estão não é permitido, as extensões permitidas são PDF, JPEG ou PNG file"; } if($file_size > 5097152) { $errors[]='O tamanho maximo para envio de arquivos é 5 MB'; } if(empty($errors)==true) { move_uploaded_file($file_tmp,"anexos/".$file_name); //The folder where you would like your file to be saved echo "Success"; }else{ print_r($errors); } } $mail = new PHPMailer(); // DADOS DE AUTENTICAÇÃO - Você deve alterar conforme o seu domínio da sua hospedagem! $mail->IsSMTP(); // Define que a mensagem será SMTP $mail->Host = "smtp.dominio.com.br"; // Seu endereço de host SMTP(seu domínio) $mail->SMTPAuth = true; // Define que será utilizada a autenticação - Mantenha o valor "true" $mail->Port = 587; // Porta de comunicação SMTP - Na maioria das vezes se usa a porta"587", mas confirme com sua hospedagem a porta correta. $mail->SMTPSecure = false; // Define se é utilizado SSL/TLS - Mantenha o valor "false" $mail->SMTPAutoTLS = false; // Define se, por padrão, será utilizado TLS - Mantenha o valor "false" $mail->Username = 'contato@dominio.com.br'; // Conta de email existente e ativa em seu domínio $mail->Password = 'password'; // Senha da sua conta de email que você fez dentro da sua hospedagem // DADOS DO REMETENTE $mail->Sender = "contato@dominio.com.br"; // Conta de email existente e ativa em seu domínio $mail->From = "contato@dominio.com.br"; // repita o mesmo e-mail $mail->FromName = "Nome do Site"; // Nome do site // DADOS DO DESTINATÁRIO $mail->AddAddress('contato@dominio.com.br', 'Contato Nome do site'); // Aqui é o email que você quer que receba as mensagens do formulário //$mail->AddAddress('recebe2@dominio.com.br'); // Define qual conta de email receberá a mensagem //$mail->AddCC('copia@dominio.net'); // Define qual conta de email receberá uma cópia //$mail->AddBCC('copiaoculta@dominio.info'); // Define qual conta de email receberá uma cópia oculta // Definição de HTML/codificação $mail->IsHTML(true); // Define que o e-mail será enviado como HTML $mail->CharSet = 'utf-8'; // Charset da mensagem $mail->AddAttachment($file_tmp,"anexos/".$file_name); // DEFINIÇÃO DA MENSAGEM $mail->Subject = "Formulário de Contato"; // Assunto da mensagem $mail->Body .= " Nome: ".$_POST['nome']."<br>"; // Texto da mensagem $mail->Body .= " Empresa: ".$_POST['empresa']."<br>"; // Texto da mensagem $mail->Body .= " E-mail: ".$_POST['email']."<br>"; // Texto da mensagem $mail->Body .= " Telefone: ".$_POST['telefone']."<br>"; // Texto da mensagem $mail->Body .= " Cidade: ".$_POST['cidade']."<br>"; // Texto da mensagem $mail->Body .= " Estado: ".$_POST['estado']."<br>"; // Texto da mensagem $mail->Body .= " Assunto: ".$_POST['assunto']."<br>"; // Texto da mensagem $mail->Body .= " Mensagem: ".nl2br($_POST['mensagem'])."<br>"; // Texto da mensagem $mail->Body .= " Para visualizar o arquivo ele está no seguinte link http://www.dominio.com.br/anexos/".$file_name.""; // ENVIO DO EMAIL $enviado = $mail->Send(); // Limpa os destinatários e os anexos $mail->ClearAllRecipients(); // Exibe uma mensagem de resultado do envio if ($enviado) { echo "<script>window.location='http://www.dominio.com.br';alert('$_POST[nome], sua mensagem foi enviada com sucesso! Estaremos retornando em breve');</script>"; } else { echo "Não foi possível enviar o e-mail."; echo "<b>Detalhes do erro:</b> " . $mail->ErrorInfo; } ?> Um abraço a todos.
    • Por Agner Souza Bezerra
      Como faço pra instalar a extensão pdo_dblib no Laradock, com a versão do PHP 7.1, apache2 e ubuntu 14.04?
    • Por Mateus Duarte
      Olá, sou iniciante em PHP, e estou aprendendo sobre o mesmo aos poucos. Já fiz um sistema web com funções basicas(login,cadastro,alteração,exclusão).
      Fiquei contente com o resultado. Mas agora gostaria de saber como fazer um log, mostrando cada alteração que eu faço no banco.
      Ex: Usuario inseriu um cadastro na categoria X
       
      Já procurei na internet, mas lá so mostra logs de quando o usuario se loga. Preciso de logs de quando ele faz uma alteração no banco.
      Podem me ajudar?
×

Informação importante

Ao usar o fórum, você concorda com nossos Termos e condições.