Publicidade

Placar de líderes


Conteúdo popular

Exibindo o conteúdo com as maiores reputações desde 25-03-2017 em todas as áreas

  1. 6 pontos
    Seu problema é realmente com o PHP ?! O objetivo deste pequeno artigo é orientar você na hora da criação de um novo tópico para descrever o seu problema, afim de ajudar definir qual área seria adequada para tratativa do mesmo, ajudando assim a organização do Fórum e consequentemente um melhor entendimento. O fórum de PHP é voltado exclusivamente à linguagem de Programação PHP , por este motivo, antes de iniciar um novo tópico com sua dúvida, certifique-se de que seu problema realmente está relacionado com PHP e não com outro tipo de linguagem ou tecnologia. Vários membros criam tópicos relatando estar com problemas, e que não sabe se esta é a área correta, e, com uma frequência muito comum, geralmente o problema não está relacionado com o PHP, e sim com JavaScript/Ajax ou HTML/CSS. Por que isso ocorre ? Geralmente você está desenvolvendo uma aplicação que envolve HTML, CSS, JavaScript, PHP, MySQL quando se depara com alguma falha/bug, e simplesmente por estar envolvendo PHP, e pelo fórum de PHP ter um maior tráfego, acabam generalizando e postando aqui o problema. Vou exemplificar algumas situações que ocorrem: Nos casos acima, é notório que o problema é com MySQL e não com o PHP, principalmente quando recebe na tela um erro de sintaxe SQL. A área correta para tratativa de sua dúvida é MySQL: Banco de Dados MySQL Entendam que PHP é uma linguagem de programação Back-End; Todo e qualquer problema com: Alinhamento de Tabela, Alinhamento de Div's, Alinhamento de Menu, e demais problemas desta ordem, fazem parte do Front-End e são relacionados a HTML/CSS. A área correta para tratativa de sua dúvida é: HTML e CSS É muito comum membros postarem esse tipo de dúvida, achando que o problema ou solução estão no PHP. Requisições sem "carregamento da página" assim por dizer, chamada "requisição assíncrona", na maioria dos casos são efetuadas com AJAX/jQuery e, por estar trabalhando em conjunto com o PHP, você acaba achando que o problema é com PHP. O mesmo ocorre com o MODAL, em que sua ação para abrir, depende de uma função javascript. Um simples erro ou uma biblioteca não inclusa pode ocasionar o problema. A área correta para tratativa de sua dúvida é: Javascript O mesmo ocorre com as demais áreas, procurem identificar o fórum coreto para tratativa do problema, assim nos ajuda a organizar e promover uma gama de conteúdo mais seletivo, específico de cada área. Ainda na oportunidade, recomendamos fortemente a leitura do tópico: ATENÇÃO: Orientações e Regras do Fórum de PHP Atenciosamente, equipe iMasters.
  2. 4 pontos
    Para acrescentar: $numeros = [1,2,3,4,5]; $penultimoEantePenultimo = array_slice($numeros, -3, -1); # Retornara um novo array, com as posições desejadas print_r($penultimoEantePenultimo); /* Array ( [0] => 3 [1] => 4 ) */ A função end() faz o ponteiro interno de um array apontar para o seu último elemento, dependendo do contexto, esse é um comportanto desejável echo end($numeros) -1; # exibira 4 echo end($numeros) -2; # exibira 3 Também seria possível usar a função prev para retroceder no array, no lugar do -1 e -2 http://php.net/manual/pt_BR/function.array-slice.php http://php.net/manual/pt_BR/function.end.php http://php.net/manual/pt_BR/function.prev.php
  3. 3 pontos
    Para você entender como seus objetos podem se relacionar de forma n..n, pesquise por DIP ou seja Inversão de Dependencia. Amigo @marsolim você tem que parar de floodar posts, senão as pessoas acham que o post já foi respondido e nem chega a ver. Se desconhece o assunto, simplesmente ignore ou estude um pouco mais para saber como ajudar.
  4. 3 pontos
    Tente assim: document.getElementById("myDiv").style.height = "1500px";
  5. 2 pontos
    Uma boa prática é utilizar padrões, classes demasiadamente genéricas são problemáticas. Ainda mais quando não são bem escritas. Agora é como o amigo @gabrieldarezzo disse, você pode utilizar toolkit de banco de dados estilo ActiveRecord, na minha opinião, um dos melhores é o illuminate https://github.com/illuminate/database E para uso o ORM Eloquent $usuario = Usuario::where('nome', 'like', 'João')->get(); Ou começar como todos os caras que querem aprender de fato a trabalhar com objetos, fazem, que é separar por camadas de dominio, nem que seja utilizando o padrão de projeto DAO. Escreve mais código, obvio que sim, mas pelo menos, seu código será bem escrito, reutilizável e testável. Amanhã qualquer um que pegar seu código compreenderá.
  6. 2 pontos
    Veja se o exemplo ajuda: <?php /* CREATE TABLE categorias( id INT(8) PRIMARY KEY AUTO_INCREMENT ,nome_categoria VARCHAR(50) ); -- INSERINDO CARROS.... INSERT INTO categorias(nome_categoria) VALUES ('FORD'); INSERT INTO categorias(nome_categoria) VALUES ('FIAT'); CREATE TABLE subcategorias( id INT(8) PRIMARY KEY AUTO_INCREMENT ,categorias_id INT(8) ,produto VARCHAR(50) ); --INSERINDO CARROS INSERT INTO subcategorias(categorias_id, produto) VALUES (2, 'FIAT UNO'); INSERT INTO subcategorias(categorias_id, produto) VALUES (1, 'FORD FOCUS'); INSERT INTO subcategorias(categorias_id, produto) VALUES (1, 'FORD KA'); INSERT INTO subcategorias(categorias_id, produto) VALUES (2, 'PALIO'); INSERT INTO subcategorias(categorias_id, produto) VALUES (1, 'ECOSPORT'); INSERT INTO subcategorias(categorias_id, produto) VALUES (2, 'SIENA'); */ $db = new PDO('mysql:host=localhost;dbname=imasters', 'root', ''); $stmt = $db->prepare("SELECT id, nome_categoria FROM categorias ORDER BY nome_categoria DESC"); $stmt->execute(); $categorias = $stmt->fetchALL(PDO::FETCH_ASSOC); echo '<ul>'; foreach ($categorias as $categoria){ echo '<li>' . $categoria['nome_categoria']. '</li>'; $stmt = $db->prepare("SELECT id, produto, categorias_id FROM subcategorias WHERE categorias_id = :categorias_id"); $id_categoria = $categoria['id']; $stmt->bindParam(':categorias_id', $id_categoria, PDO::PARAM_INT); $stmt->execute(); $subcategorias = $stmt->fetchALL(PDO::FETCH_ASSOC); //var_dump($subcategorias); echo '<ul>'; foreach($subcategorias as $subcategoria){ echo '<li>' . $subcategoria['produto']. '</li>'; } echo '</ul>'; } echo '</ul>'; Resultado: FORD FORD FOCUS FORD KA ECOSPORT FIAT FIAT UNO PALIO SIENA sim... eu curto muito simplificar as paradas e deixar loops com foreach... -- Obs... isso cria o problema do N+1, então vale a pena depois de se sentir a vontade com o conceito acima estudar JOINS / IN Recomendo a leitura: http://rberaldo.com.br/o-problema-do-n-mais-1/
  7. 2 pontos
    Primeiro, MD5 foi criado para ser uma criptografia do tipo hash (unidirecional) para criar um footprint (impressão digital) de um conjunto de caracteres/bytes (certificados digitais, por exemplo). Entretanto, foram encontradas diversas falhas nele, que, hoje em dia, ele não é mais utilizado para o propósito original. Tem vários materiais sobre a (in)segurança do MD5. https://en.wikipedia.org/wiki/MD5#Security https://security.stackexchange.com/questions/19906/is-md5-considered-insecure https://security.stackexchange.com/questions/52461/how-weak-is-md5-as-a-password-hashing-function Não ser retornável, não quer dizer impossível de ser quebrado. O pensamento "linear" de "quebrar" é possuir um hash e retorná-lo ao estado de origem. Entretanto, não é isso que ocorre. O MD5 é tão rápido de ser gerado, que pode-se gerar biliões de combinações em pouco espaço de tempo. Você não precisa saber o HASH original, só precisa encontrar um que, quando gerado, seja igual ao outro. Lembrando que MD5 gera colisões, ou seja, conjuntos de caracteres diferentes podem gerar hashs iguais. https://en.wikipedia.org/wiki/MD5#Collision_vulnerabilities https://en.wikipedia.org/wiki/Collision_attack A forma mais conhecida de "reverter" um MD5 é através de uma rainbow table. Veja por si só no link abaixo https://crackstation.net/ Ou pesquise no google sobre "MD5 Reverse". No link abaixo você pode ler um pouco sobre como funciona o password_hash: https://pt.stackoverflow.com/questions/194929/password-hash-php/194950#194950 Fale isso para o CERT... http://www.kb.cert.org/vuls/id/836068 Uma das primeiras falhas do MD5 foi encontrada em 1996: ftp://ftp.rsasecurity.com/pub/cryptobytes/crypto2n2.pdf Como pode dizer que é seguro?
  8. 2 pontos
    Aqui tem alguns exemplos práticos de todo tipo de associação, a que você quer acho que é a 5.9, o site tá em inglês mas acho que dá pra entender a lógica, dá uma olhada ae http://docs.doctrine-project.org/projects/doctrine-orm/en/latest/reference/association-mapping.html
  9. 2 pontos
    não, seria algo assim: oReq.onreadystatechange = function(){ if(oReq.readyState === 4 && oReq.status === 200){ var htmlObject = document.createElement('div'); htmlObject.innerHTML = oReq.responseText; var teste = htmlObject.querySelector('input').value; alert(teste); } }
  10. 2 pontos
    Exemplo com jQuery: $('<div><span>M</span></div>').find('span').text() com javascript puro, dá pra fazer o truque do $, com um .innerHTML: var htmlObject = document.createElement('div'); htmlObject.innerHTML = '<div><span>M</span></div>'; htmlObject.querySelector('span').innerText em ambos os casos as resposta foi "M", que é o conteúdo texto do span.
  11. 2 pontos
    Ah, no caso de f(arg); "que não esta sendo declarada em nenhum lugar" O que acontece, é que esta sendo passado Boolean, que é um objeto que recebe um parametro, para a função noisy. Então f(arg) equivale a Boolean(0); Veja esses exemplos: var matricula = 0; console.log(Boolean(matricula)); // retornara false var matricula = 1234; console.log(Boolean(matricula)); // retornara true var nome = false; var sobrenome = new Boolean(false); console.log(typeof nome); // retornara um boolean console.log(typeof sobrenome); // retornara um object
  12. 2 pontos
    Keven, joia! Vejamos esse exemplo: function apresentacao(forum) { console.log("Estamos em: " + forum); return function(linguagem) { console.log("Falando de: " + linguagem + "!"); } } apresentacao('Imasters')('JavaScript'); A principio, estamos chamando apenas apresentacao('Imasters'); Só que ela nos retorna uma funcão anonima, e em javascript podemos fazer um encadeamento executando essa função na sequencia. Por exemplo: var linguagem = apresentacao('Imasters'); // Agora "linguagem" é uma função, devido o retorno da função anonima linguagem('JavaScript'); /** Exibira: Estamos em: Imasters Falando de: JavaScript! */ Mas como temos o encadeamento, podemos executar as duas funções na sequencia: apresentacao('Imasters')('JavaScript'); /** Exibira: Estamos em: Imasters Falando de: JavaScript! */
  13. 2 pontos
    Eu acredito que o erro seja por causa da mascara do campo e o tipo do seu dado, no caso o valor do input que você está enviando vai ser uma String por causa da mascara, mas no seu model o tipo desse dado deve estar como Number. Talvez se você deixar o cpf no model como String ou tratar o dado esse input transformando ele em number sem a mascara deve te ajudar. Boa sorte!
  14. 2 pontos
    Segue a fonte, não vai achar estes caras em forum de PHP né? https://www.facebook.com/groups/hospedagem.brasil/?fref=ts
  15. 2 pontos
    Segundo um grupo de especialista em servidores, Google Cloud é mais Marketing do que Performance. Então optaria por https://www.linode.com/ ou https://www.digitalocean.com/
  16. 2 pontos
    Acrescentando, para entendermos melhor, vamos ver alguns uso do this apenas com javascript function Aluno() { this.nome = 'João'; this.ra = ''; var idade = 12; this.exibeNome = function() { return this.nome; } this.cadastraRA = function(ra) { this.ra = ra; return this; } this.exibeRA = function() { return this.ra; } this.responderChamada = function() { chamada = new Chamada(); return chamada.marcaPresenca(this); } } function Chamada() { this.marcaPresenca = function(aluno) { return aluno.nome + " presente!"; } } joao = new Aluno(); console.log(joao.cadastraRA(1234).exibeNome()); // Exibira: João /* Como eu tenho o retorno de this, posso fazer um encadeamento de chamadas de metodos */ console.log(joao.responderChamada()); // Exibira: João presente! /* Como foi passado o this em marcaPresenca(), o objeto "Chamada" tem acesso aos metodos e propriedades publicas de Aluno */ console.log(joao.idade); // Exibira: undefined console.log(joao.ra); // exibira: 1234
  17. 2 pontos
    juninhogpe ai teria um codigo pra fazer o upload da imagem normalmente Lisbi é só pegar o id da empres e montar o endereço da imagem com o nome dela e a extensão, vamos fingir que o nome da imagem é id_nome.jpg aí fica tipo $idEmpresa = $linha ['idEmpresa']; $NomeEmpresa = $linha ['NomeEmpresa']; $imgPath = $idEmpresa . "_" . $nomeEmpresa . ".jpg";//se tiver na mesma pasta $imgPath = "imagens/" . $idEmpresa . "_" . $nomeEmpresa . ".jpg";//se tiver numa subpasta aí é só passar $imgPath no src da tag < img > na hora de imprimir os dados na tela
  18. 2 pontos
    @Lisbi boa noite. Eu no seu lugar criaria outra tabela onde teria o caminho do "banner" e o "id_da_empresa" vinculados. Não colocaria em um campo do tipo "BLOB" e sim moveria o upload para uma pasta, renomeando o arquivo, etc e gravaria apenas o nome/caminho dela no banco.
  19. 2 pontos
    Bom dia, Sempre que faço algum cálculo pelo JS utilizo apenas o "." para separar as casas decimais, por exemplo, para representar R$ 1,50 eu utilizo a função abaixo e fica 1.5, no caso de R$ 1.500,00 ficaria 1500, ou no caso R$ 1.500,50 ficaria 1500.50. function transformaNumero(numString){ return parseFloat(numString.replace(".","").replace(",",".")); } ---Substituo o ponto por nada (para o caso do milhar) e a vírgula por ponto.
  20. 2 pontos
    uma dica acho que é melhor mudar esse swith $mes para uma array com o nome dos meses e usando os números de 1 a 12 tu pega o mês correto na array, vamos pensar que o número do mês tá numa variavel de nome $num_mes $meses = array('janeiro', 'fevereito', 'março'...'dezembro'); $nome_mes = $meses[$num_mes - 1]; // o -1 é porque o indice da array começa em zero e como os números começa em 1 temos que diminuir 1 // se o número poder começar em 0 tambem não precisa do -1 isso te diminui varias linhas de código e já ouvi dizer que o swtich é mais lento também
  21. 2 pontos
    ja tentou converter a string pra utf8 também na hora de passar tipo $str = utf8_encode($str);
  22. 2 pontos
    Resolvi assim. $.each(retorno, function(i, item) { //console.log(item.dados); $('#resultado_busca').append(item.dados); }) Agradeço a todos que ajudaram.
  23. 2 pontos
    Como falei, posto agora o resultado após as ótimas dicas e orientações para seguir melhorando peço que quem tiver melhores práticas que ajude para termos uma boa classe aqui para ajudar a comunidade! class Conecta { private static $instance = null; private function __construct() {} private function __clone() {} public static function conectar() { if (!isset(self::$instance)) { try { self::$instance = new PDO("mysql:host=MEUHOST;dbname=MEUBANCO", "MEUUSUARIO", "MINHASENHA"); self::$instance->setAttribute(PDO::ATTR_ERRMODE, PDO::ERRMODE_EXCEPTION); } catch (PDOException $e) { echo "Erro: " . $e->getMessage(); } } return self::$instance; } } class SelecionaOrganizacao { private $db; public function __construct() { // atribui a instância de conexão na variável $this->db = Conecta::conectar(); } public function listarOrganizacoes() { try { // consulta que retorna $query = $this->db->prepare("SELECT * FROM organizacao"); $query->execute(); return $query->fetchAll(PDO::FETCH_ASSOC); } catch (PDOException $e) { die('Error: '. $e->getMessage() ); } } } // Autoload spl_autoload_register(function($className) { $file = __DIR__ . DIRECTORY_SEPARATOR . str_replace('\\',DIRECTORY_SEPARATOR, 'class\\' . $className) . ".class.php"; if(file_exists($file)){ require_once($file); } }); // index include 'Autoload.php'; $p = new SelecionaOrganizacao(); $dados = $p->listarOrganizacoes(); foreach ($dados as $l) { echo $l['nomeOrg'].'<br/>'; } Vou deixar os comentários para os mais experientes.
  24. 2 pontos
    Mudei o nome para Conexao.class.php e funcionou. Erro de principiante. Obrigado a todos vou continuar estudando aqui e posto o resultado quando finalizar.
  25. 2 pontos
    Separe as regras em o que elas podem possuir ou afetar: - São regras de negócios? Model; - As regras utilizam algo relacionado a model? SGBD, WS, API, etc..? Model; - É relacionada ao servidor aonde o sistema está sendo executado? Apache, Nginx, FastCGI, CLI, etc..? Controller. Entede-se por model, o conjunto de componentes que fazem parte da model e por controller o conjunto de componentes que fazem parte do controller. De mercado, pode ser, mas, completo, nenhum pouco. CI é framework defasado que não segue nenhum padrão. Mesmo a versão 3, ainda utiliza programação do PHP 4. Frameworks completos são qualquer coisa, menos o CI.
  26. 2 pontos
    Bom... a parte de fazer a marcação está pronta. Agora preciso compreender melhor a questão do ID, DESCRIÇÃO e EDIÇÃO. http://codepen.io/Eziquiel/pen/mWGrRv?editors=1000
  27. 2 pontos
    Tá difícil pra geral. Para quem pergunta, para quem responde, desocupado aqui não tem ninguém hehe Concordo plenamente hsuahuasas A API é bem documentada e cheia de exemplos, qualquer qualquer dúvida posta o código que a galera auxilia. É que no primeiro momento assim como o Williams, eu tive a impressão que você queria encontrar um freelancer não remunerado hehe. Bons estudos. Recomendo a leitura: https://pt.wikipedia.org/wiki/JSON
  28. 2 pontos
    @gabrieldarezzo Estudei bem pouco sobre Arduino na faculdade, e a linguagem usada foi C++. Meio doideira usar PHP para resolver problemas de hardware. Antes gerar uma bin em C, que dará menos trabalho e as sintaxes são parecidas com as do php. E usara a linguagem correta a meu ver.
  29. 2 pontos
    Aprender MySQL "rapidamente" é impossível. O máximo que vai conseguir é entender como funciona, e fazer algumas operações de rotina como SELECT, UPDATE, DELETE, INSERT, WHERE, e algumas outras. Você só vai aprender MySQL com tempo e experiência. Acesse o site: www.cursoemvideo.com tem uma gama de curso gratuito, inclusive este de MySQL, que é o mesmo passado acima.
  30. 1 ponto
    ah agora veio um elemento novo o mariadb a gente tá acostumado com mysql por isso sempre pensamos em mysql na hora de "dicar" e eu mesmo nunca usei esse mariadb mas veja se esse link ajuda https://mariadb.com/kb/en/mariadb/techniques-for-efficiently-finding-a-random-row/
  31. 1 ponto
    Suponho que o sistema está sempre mostrando a primeira pergunta. Isso se deve pois no seu código você digitou ORDER BY Id_pergunta atualize o seu código para este: $Sql = "SELECT * FROM perguntas ORDER BY RAND()"; $ExecutaSQL = mysql_query($Sql)or die(mysql_error()); while($LinhasPergunta = mysql_fetch_array($ExecutaSQL, MYSQL_ASSOC)) { $IdPergunta = $LinhasPergunta['id_pergunta']; $Pergunta = $LinhasPergunta['pergunta']; $RespostaA = $LinhasPergunta['respostaa']; $RespostaB = $LinhasPergunta['respostab']; $RespostaC = $LinhasPergunta['respostac']; $ValorPergunta = $LinhasPergunta['valor_pergunta']; $RespostaCorreta = $LinhasPergunta['resposta_correta']; } header('Access-Control-Allow-Origin: *'); echo '<?xml version="1.0" encoding="UTF-8" ?>'; echo '<root>'; echo '<Pergunta id="IdPergunta">' . $IdPergunta . '</Pergunta>'; echo '<Pergunta id="ValorPergunta">' . $ValorPergunta . '</Pergunta>'; echo '<Pergunta id="RespostaCorreta">' . $RespostaCorreta . '</Pergunta>'; echo '<Pergunta id="Pergunta">' . $Pergunta . '</Pergunta>'; echo '<Pergunta id="RespostaA">' . $RespostaA . '</Pergunta>'; echo '<Pergunta id="RespostaB">' . $RespostaB . '</Pergunta>'; echo '<Pergunta id="RespostaC">' . $RespostaC . '</Pergunta>'; echo '</root>'; Tente Assim. Abraços.
  32. 1 ponto
    Não faz sentido o evento onclick em tags select. Para selects use onchange, e no teu caso, como está usando um plugin, o correto é que você use um método da documentação dele, e não mais os eventos padrões do html.
  33. 1 ponto
    Logaritmo x algoritmo Este é um problema recorrente , busque por Algoritmo saque caixa eletronico Algoritmo saque notas Etc E vera coisa útil no seu caso.
  34. 1 ponto
  35. 1 ponto
    o parametro config representa essa variavel: var valores = { quantidadeNumeros: 10, valorI: 2, valorJ: 3 } eu deixei fixo mas ai se você quiser criar dinâmico usa isso para configurar. Tipo Prompt ou inputs: <input type="number" id="quantidade" placeholder="Quantidade"> <input type="number" id="valor_i" placeholder="Valor de I"> <input type="number" id="valor_j" placeholder="Valor de J"> <button id="btn">Executar função</button> Ai executa algum evento: document.getElementById('btn').addEventListener('click',function(){ var valores = { quantidadeNumeros: Number(document.getElementById('quantidade').value), valorI: Number(document.getElementById('valor_i').value), valorJ: Number(document.getElementById('valor_j').value) } console.log(vermultiplos(valores)); }); E como eu disse só adicionei os parametros na função mas não alterei o resultado do seu código.
  36. 1 ponto
    Outra observação é que se mandar um truncate vai resetar a ordem dos registros caso tenha alguma chave primaria.
  37. 1 ponto
    Nice! This is a brilliant idea that you turns your website into the app.Do you know I just make my app through Appinstitute.This is an awesome platform to make your website into the app and it is very simple. check it out https://appinstitute.com
  38. 1 ponto
    é o que eu disse pra cada informação um campo na tabela e tu obtem os dados do mesmo jeito que já fez com as outras ué para cada campo que for trazer da tabela
  39. 1 ponto
    Tente usar assim. Apenas isso. Não é legal criar varias funções "$(document).ready(function(){". Crie apenas uma e coloque tudo dentro dela. $(document).ready(function(){ var elm_html = $('#clone-form').html(); var remover = document.getElementById('remove'); var i = $('.cadastroGato').length; setMask(); $(document).on('click', '.clonador', function(e){ e.preventDefault(); remover.style.display="inline-block"; var elementos = elm_html.replace(/\[[0\]]\]/g, '['+i+++']'); $('#clone-form').append(elementos); setMask(); }); $('.remover').on('click', function(e) { e.preventDefault(); $('#formulario[' + (i-1) + ']cloonedForm').remove(); alert ('#formulario[' + (i-1) + ']cloonedForm'); //Coloquei esse alerta apenas para verificar se a função retonar o id correto, e retorna mesmo }) function setMask(){ $('.rg').mask('00.000.000-0'); $('.cpf').mask('000.000.000-00'); $('.cep').mask('00000-000'); $('.res').mask('(00) 0000-0000'); $('.cel').mask('(00) 00000-0000'); $('.date').mask('00/00/0000'); } });
  40. 1 ponto
    Tem um exemplo disso que fiz recentemente... Veja se ajuda:
  41. 1 ponto
    Vê se usar o localStorage te atende: <script type="text/javascript"> var nome = 'joao'; var pontuacao = 0; var fase = 1; localStorage.setItem('nome', nome); localStorage.setItem('pontuacao', pontuacao); localStorage.setItem('fase', fase); nome = localStorage.getItem('nome'); pontuacao = localStorage.getItem('pontuacao'); fase = localStorage.getItem('fase'); alert(nome + ' ' + pontuacao + ' ' + fase); // exibira João 0 1 // também seria possivel passar um objeto: informacoes = {'nome':'joao', 'pontuacao': 0, 'fase':1}; localStorage.setItem('informacoes', JSON.stringify(informacoes)); info = JSON.parse(localStorage.getItem('informacoes')); alert(info.nome + ' ' + info.pontuacao + ' ' + info.fase); // exibira joao 0 1 </script> Os valores de localStorage estarão disponíveis, mesmo apos a sessão do navegador ter sido encerrada. Você fecha e reabre o navegador e faz apenas: <script type="text/javascript"> nome = localStorage.getItem('nome'); alert(nome); </script> E sera exibido joão, que ficou salvo na storage do navegador https://developer.mozilla.org/en-US/docs/Web/API/Window/localStorage
  42. 1 ponto
    @Lisbi, isso seria como o @marsolim disse, para inserir "utf8_decode" e pra recuperar a variável "utf8_encode".
  43. 1 ponto
    O primeiro ponto é verificar se o erro é sintaxe: http://php.net/manual/pt_BR/mysqli.error.php A partir dai a gente prossegue.
  44. 1 ponto
    Felipe, Você provavelmente vai ter que mudar mais uma coisa importante: os nomes dos seus inputs. Cada vez que você clona você precisa dar um número unico para os seus inputs, se não você não vai conseguir pegar o POST do lado do servidor corretamente. Por exemplo: <input type="text" name="vacina[]" <input type="text" name="antirrabica[]" Vira: <input type="text" name="formulario[0][vacina]" .../> <input type="text" name="formulario[0][antirrabica]" .. /> Aí na hora do clonar o formulário, você tem que incrementar o ZERO antes se clonar: <input type="text" name="formulario[1][vacina]" .../> <input type="text" name="formulario[1][antirrabica]" .. /> E assim por diante: <input type="text" name="formulario[2][vacina]" .../> <input type="text" name="formulario[2][antirrabica]" .. /> Entendeu? Se você não numerar cada clone, depois você não vai conseguir resgatar as informações em ordem.
  45. 1 ponto
    Olá, você poderia tentar limpar o cache/cookies do seu navegador.
  46. 1 ponto
  47. 1 ponto
    Repare também que no for "x" eu usei "x<a-1", como sendo o limite do meu loop. Faço isso para que comparação pare no penúltimo vetor, onde o comparado será o último campo (x+1). A lógica parte do seguinte: se chegasse no último registro, não haveria mais nenhum a ser comparado depois dele. Então eu paro de comparar no penúltimo, que compara com o último. Certo?
  48. 1 ponto
    @Alicelopes você está contratando ou vendendo o curso?
  49. 1 ponto
    Uma dica, meu amigo. Crie um estilo para a classe sua div, por padrão utilizando a imagem "indisponivel.png" como fundo. Depois crie um estilo para a classe div.disponivel, onde terá como fundo a imagem "disponível.png". Funciona assim: quando estiver indisponível a class da sua div permanecerá a mesma (class="container-fullscreen heading-style-3"). Se for disponível, a classe da sua div ficará assim: (class="container-fullscreen heading-style-3 disponivel"). Quando a div receber esta classe "disponivel", automaticamente assumirá o estilo criado para esta classe. Veja um exemplo onde eu uso cores, pra exemplificar. http://codepen.io/Eziquiel/pen/VpVWmv
  50. 1 ponto
    Veja este outro exemplo utilizando uma lista de nomes com seus respectivos códigos. Digite um código entre "1320" e "1329" e tecle "Enter". http://codepen.io/Eziquiel/pen/zZLQYJ?editors=0010