Jump to content

Omar~

Members
  • Content count

    856
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    15

Omar~ last won the day on May 27 2018

Omar~ had the most liked content!

Community Reputation

87 Bom

6 Followers

About Omar~

  • Rank
    Knowledge is everything
  • Birthday 04/20/1984

Informações Pessoais

  • Sexo
    Masculino
  • Localização
    Nova Venécia (ES)

Recent Profile Visitors

4364 profile views
  1. Omar~

    Como faço UL LI responsivo?

    Simples use float / inline-block / flex em cada item <li>. Quando não houver espaço para caber o elemento ao lado ele quebra para baixo. Defina uma largura por padrão se for necessário, e se também for necessário você pode está alterando com @media essas larguras conforme a resolução. Exemplo: <ul class="list-none"> <li class="line-block box-x-250 bg-red">Item</li> <li class="line-block box-x-250 bg-green">Item</li> <li class="line-block box-x-250 bg-blue">Item</li> </ul> Usos: list-none line-block
  2. Omar~

    Paginação de resultados como implementar?

    Vamos lá, você especificar o LIMIT que define quantos resultados por página e o OFFSET que será a partir de qual índice os resultados devem ser mostrados. Mais detalhes leia: https://www.mysqltutorial.org/mysql-limit.aspx Ou seja se você passa o limite de 10 o OFFSET inicial será 1. Na página deve existir um link que informe a aplicação que o usuário mudou de página avançando ou retrocedendo. Exemplo: <a href="./pagina=2">Página 2</a> Ou seja terei um $_GET['pagina'] com o valor 2 então agora o offset passa a ser 10 mostrando resultados a partir do décimo. Agora uma dica, se sua paginação não constar com inúmeros resultados você pode fazer tudo pelo javascript, o que é mais "rápido de ser processado" (depende da quantidade) Um exemplo está nesse script que fiz justamente para usar em paginação cujo os resultados fiquem em torno de 100, mais que isso ou já com isso a página começará apresentar lentidão de carregamento (isso dependendo de como é estruturado seu HTML e como você usa scripts client-side). https://github.com/Spell-Master/sm-web/tree/master/javascript/Paginator Enfim com isso você vai fazer usa leitura do DB normalmente assim como está aí, vai fazer o loop como você mesmo fez aí, e só irá aplicar o script.
  3. Omar~

    Como trocar o filtro do select mysql apos um click no checkbox

    @Jefferson andre Pelo que eu entendi você está trazendo ambos os resultados em uma query: E ao selecionar um check box o menu suspendo "<select>" deve ser alterado conforme estiver marcado ou não. Em resumo atualizar o seletor...... É meu caro muitos também não fazem a mínima ideia como fazer isso também. Principalmente para quem não sabe nada de javascript. Então no caso para isso ser viável uma vez que você trás os dados em array do php e tem que processar-los no javascript, mais específico nessa situação podemos nos usar o JSON. Pois bem simulei aqui um array de resultados do banco de dados: A primeira coisa é codificar esse array em json para podemos lançar-lo no javascript: <?php $arr = []; foreach ($db as $value) { $arr[] = $value; } $json = json_encode($arr); E assim normalmente podemos ter o html inicial aquele que será composto no carregamento da página. <input type="checkbox" id="filtro" /> <select id="seletor"> <?php foreach ($db as $value) { if ($value['tipo_do_cadastro'] == '1') { // Ao carregar a página só terão usuários tipo 1 ?> <option value ="<?= $value['id'] ?>"><?= $value['razao']; ?> </option> <?php } } ?> </select> Como pode ver tenho um menu suspenso <select> que será modificado quando o "checkbox" é marcado ou não Agora entramos no Javascript que vai fazer a manipulação. Bom fiz o script no esquema de orientação a objeto por ser mais prático de informar dados entre as funções. Mas o segredo mesmo é varrer o array que vamos passar pelo php. Verificar a checagem do checkbox e se ele condiz com o valor 0 ou 1 de acordo com os dados do array. No mais é algo muito simples de se fazer: Então está aqui o javascript necessário, cabe você agora adaptar ou modificar conforme for necessário aí: E para executar criamos o objeto da classe JS e adicionamos um evento ao checkbox chamando o método da classe: <script> var objeto = new myFuntion('<?= $json ?>'); // $json o array do php document.getElementById('filtro').addEventListener('change', objeto.filtro, false); </script> Por fim vale a dica se a coluna que trás o tipo de usuário 1?0 for INTEGER, converta esse valor para STRING pois o numero zero em um condição javascript quer dizer false, e não o número zero. Então por exemplo isso: $this.checkBox.checked && e.tipo_do_cadastro == 0 O objeto tem está marcado e evento tipo deve ser falso para a condição valer.
  4. Omar~

    $(this).val() versus this.value

    Isso depende do contexto que ISSO "this" se refere. Acredito que esteja usando jQuery Só por isso então você perde em performance, jquery nada mais que irá fazer N'coisas antes de acionar o javascript. Imagina a situação: Uma pessoa vai a uma rua onde sabe que mora tal pessoa, antes disso ele pergunta a dezenas de pessoas se aquela pessoa mora alí, se está em casa. Não seria mais rápido e fácil simplesmente tocar a campainha da casa? Por isso a questão do contexto, se this veio do escopo do javascript nativo ele é mais rápido, se this está na cápsula do jQuery é mais lento.
  5. Omar~

    Pesquisa simples para PHP e SQL

    Nossa!!! Já está mastigado isso aqui: https://www.w3schools.com/sql/sql_like.asp SELECT coluna_a_para_pesquisar, coluna_b_para_pesquisar FROM nome_da_sua_tabela WHERE coluna_a_para_pesquisar LIKE %O que pesquisar% OR coluna_b_para_pesquisar LIKE %O que pesquisar% Lembrando o operador LIKE faz uma varredura na(s) colunas que contenham por completo ou parcialmente o pattern da pesquisa
  6. Omar~

    Recuperar dados do banco e trazer para o formulário

    Pela serve-side o que fazemos nada mais é que consultar dados se existem fazemos as coisas acontecerem, lógica básica. Ou seja cada input envia uma informação com essa informação você apresenta/compila o html para o client com cada informação. if (isset(ALGUMA_COISA)) { // Faça algo se existir } O mesmo serve para o javascript, onde cada botão clicado executa uma coisa, com essa questão cada função irá habilitar/desabilitar ou criar/remover. <form method="POST" action="banco_de_dados/create.php" id="formulario"> <input type="text" name="blablabla" id="obter_isso" /> </form> <button onclick="pegarInfo();">Pegar informação do form sem submeter</button> <button onclick="salvarForm();">Submeter o formulário</button> <script> function pegarInfo() { var informacao = document.getElementById('obter_isso').value; // A função acionada foi pegar a informação // Então podemos habilitar ou desabilitar elementos no html if (informacao) { /* * Aqui executaria uma AJAX passando por exemplo um get para o arquivo * : 'diretorio/arquivo.php?info=' + informacao * Ou seja em arquivo.php teremos $_GET['info'] com o valor do input * para fazer a consulta no banco de dados */ } } function salvarForm() { document.getElementById('formulario').submit(); } </script>
  7. Omar~

    Recuperar dados do banco e trazer para o formulário

    Olha amigo você pode fazer de duas maneiras. 1 - Submeter o formulário no mesmo arquivo no caso: action="banco_de_dados/create.php" <<<< Esse aquivo de envio deve ser o mesmo em que está o form. Assim sendo ao pesquisar você irá consultar o valor do input que submeteu que no contexto é value="Pesquisar" Com essa informação você faz a consulta no banco e preenche os values que forem necessários de acordo com as informação. 2 - Usar um sincronização através de "asynchronous javascript and xml (AJAX)" onde cada botão de submeter executa uma determinada função. No caso então de pesquisar você estaria requisitando um arquivo e esse faria a consulta e o mesmo executaria um javascript acrescentando os values necessários aos inputs em questão. Acontece que esse método pode ser falho. Pensando nessa falha precária do AJAX entre outras coisas desenvolvi esse script para ter muita facilidade nesse tipo de operação: https://github.com/Spell-Master/sm-web/tree/master/javascript/AjaxRequest
  8. https://pt.wikipedia.org/wiki/Linguagem_server-side https://pt.wikipedia.org/wiki/Linguagem_client-side A versão do PHP não tem nada haver com isso....
  9. <div id="resultado"></div> <input type="text" id="campo-a" /> <input type="text" id="campo-b" /> <select id="tipo"> <option value="">Selecione o tipo de calculo</option> <option value="subtracao">Subtração</option> <option value="adicao">Adição</option> <option value="multiplicacao">Multiplicação</option> <option value="divicao">Divisão</option> </select> <button onclick="calcular()">Calcular</button> <script> var campoA = document.getElementById('campo-a'), campoB = document.getElementById('campo-b'), resultado = document.getElementById('resultado'), tipo = document.getElementById('tipo'); function calcular() { var valorA = campoA.value, valorB = campoB.value, calculo = tipo.value, calcularA = parseFloat(valorA), calcularB = parseFloat(valorB); if (isNaN(valorA) || isNaN(valorB)) { resultado.innerText = 'Espera aí, isso aqui é uma calculadora! Use somente números'; } switch (calculo) { case 'subtracao': resultado.innerText = calcularA - calcularB; break; case 'adicao': resultado.innerText = calcularA + calcularB; break; case 'multiplicacao': resultado.innerText = calcularA * calcularB; break; case 'divicao': resultado.innerText = calcularA / calcularB; break; default : resultado.innerText = 'Ei!! Selecione que tipo de calculo vai fazer'; break; } } </script> Não testei, apenas escrevi aqui, mas funciona.
  10. var count = document.getElementById("lineCount").innerHTML; /* Mas esse elemento "#lineCount" deve existir no DOM */ Lembrando que noComments.split('\n').length; é um integer com a quantidade de itens referentes a quebra de linha de uma instância. Hahah... congratulations é um prototype do objeto BlocklyDialogs
  11. Omar~

    Remover texto com Javascript

    ?? Viajei em pensar no que isso seria útil??? Mas enfim: <div id="social" class="social section"> <li><a href='http://instagram.com'>Facebook</a></li> <li><a href='http://facebook.com'>Facebook</a></li> </div> <script> var social = document.getElementById('social'); var links = social.querySelectorAll('a'); links.forEach(function (e) { e.innerText = null; }); </script>
  12. Mas seu script aí em nenhum momento está criando cookie? Poderia ser mais específico do que etá tentando passar para a função modicar nela e regatar fora? Seria: variavel_global? Ela var foi criada fora da função? Se não ela é um objeto privado da função portanto a função poderia possuir um prototipo para retornar o objeto. Se isso é feito tem certeza que está usando o objeto correto ou o mesmo existe? Exemplo:
  13. Omar~

    Função "Calcula" do JavaScript

    Isso não tem nada haver com o PHP. Isso é client-side e não serve-side. Portanto veja no console do browser para ver onde você está errando. Mas precisamente na função/objeto "I"
  14. Omar~

    Agrupar Palavras Com e Sem Caracteres Especiais

    @juliosertori Dar para fazer tudo antes através do PHP, mas você terá que ficar atento ao banco de dados um planejamento anterior sobre como vai trafegar dados poderia ter evitado algumas situações mais complexas no futuro. Pois o que é mais viável em um banco de dados é nunca ter nada com acentuação ou certos tipos de caracteres. Exemplo, se vou salvar São Paulo no banco posso utilizar no php htmlentities('São Paulo') O que para antes de processo temos a string: S&atilde;o Paulo Um melhor já prevendo letras em caixa alta e baixa mb_strtolower(htmlentities('São Paulo')) O resultado então temos: s&atilde;o paulo Para o html isso não influencia em nada por se tratar de entidades porque mesmo que printe isso o navegador irá sempre renderizar São Paulo pois &atilde; significa "ã" Assim sendo todas vez que for passar a string São Paulo para a aplicação essa conversão é feita para que se enquadre com o que está escrito no banco de dados. Além do mais você pode ter funções que removem acentuação, espaços, certos caracteres etc.. No entanto isso sempre vai ter que ser coeso com a informação que irá buscar no banco de dados. Mas também podemos também forçar a utilização de recursos no html para sempre enviar informações corretas (Lógico sempre lembrando de tratar as informações antes de usar-las). A mais simples seria: <select> <!-- No caso aqui eu estou prevendo que no banco de dados esteja: São-Paulo e não: São Paulo --> <option value="São-Paulo">São Paulo</option> </select>
  15. Omar~

    Moeda em Javascript com Erro Numérico

    O mau de quem é dependente de jQuery é não saber que o javascript nativo é infinitamente superior e já possui todos recursos necessários que precisamos: https://developer.mozilla.org/pt-BR/docs/Web/JavaScript/Reference/Global_Objects/NumberFormat
×

Important Information

Ao usar o fórum, você concorda com nossos Terms of Use.