Ir para conteúdo

Omar~

Members
  • Total de itens

    294
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias vencidos

    11

Omar~ venceu o dia em Janeiro 30

Teve o conteúdo mais curtido

Reputação

58 Bom

Sobre Omar~

Informações Pessoais

  • Sexo
    Masculino
  • Localização
    Nova Venécia (ES)

Últimos Visitantes

653 visualizações
  1. Acesso Banco de DADOS

    O link gerado sendo por exemplo: endereço_do_site_que_hospeda/diretório_da_imagem/nome_da_imagem. Daí se for o caso, do site que hospeda mudar o nome ou diretório, essa atualização de endereço deve ser atualizada no banco de dados, para que o site-2 que usará esse dado consiga encontrar a imagem. Porém acredito, mas não tenho certeza que você queira colocar a imagem nesses sites de hospedagem de imagem, se for o caso não há nada que possa fazer. E é totalmente grotesco fazer isso. Outro ponto: Custo benefício... Site-2 tem que fazer: Processamento da query ~ receber esses dados ~ processar-los ~ acessar o diretório ~ solicitar acesso a imagem ~ receber ~ enviar para o client. Não seria mais eficaz consumir menos apenas colocando a imagem também em um diretório do site 2? Veja: Acessar o diretório ~ enviar para o client. Viu como o consumo é bem menor? Assim sendo agilizando todo o processo. Imagens em cache: É totalmente desaconselhável não salvar imagem no cache do client, pois toda vez que o client acessa o site o navegador dele irá fazer o download novamente das imagens, deixando o site lento a cada vez que um simples clique em um link é feito. Qualquer dúvida abra um tópico pedindo ajuda para que o pessoal possa lhe orientar.
  2. Criar responsivo pra um site já feito

    Só completando. Acho que uma das coisas mais cruciais que se deve conhecer para desenvolver responsivo é ter em mente: Realmente o site precisa ser responsivo? Qual é o alcance do público e qual é o objetivo, para saber se deve ter um capricho de acertos mínimos que fazem grande diferença visual, ou se fazer mais ou menos dando somente os efeitos já é o suficiente. Dominar muito bem a propriedade "float". Basicamente só dominando isso 50% das necessidades já serão supridas (mas nem tudo se pode fazer assim não é?). Tudo será um tamanho relativo. Digamos que eu venha a dizer que um elemento tenha 500px de largura logo qualquer resolução de 500 acima esse elemento estará correto, mas no meu media tenho ajustes para 450, preciso ficar utilizando dezenas de médias para fazer os ajustes? Não. Se tudo for bem estruturado raramente precisará fazer ajuste. Convenhamos assim. Tenho um container de 1280px de largura que quando a resolução máxima for 1280 ele passa a ser 100% dentro dele eu tenho um elemento de 500px Logo então ao invés de dizer que o elemento é width: 500px; digo que ele é width: 39%; e se ficar muito pequeno em resoluções menores aí sim faço ajustes em seu tamanho. É muito simples dominar isso basta usar a matemática: 500 / 1280 = 0,390625 Outro fato, é que dependendo da situação será necessário a intervenção do javascript para fazer ajustes do layout. No mais dizem que fazer responsivos é mais complicado, eu não acho. Para mim a idéia de site responsivo facilitou muito mais o desenvolvimento do layout, apesar que passou a consumir mais tempo, por isso desenvolvi meu próprio arquivo CSS que trata de posicionamentos e etc.. mais comuns, uma espécie de framework pessoal.
  3. Acesso Banco de DADOS

    Não tem diferença alguma. Da mesma forma que "Site-1" se conecta o "Site-2" também se conecta independente se ser ou não o mesmo site. Só que deve-se tomar mais cuidado quando for fazer a manutenção de dados exemplo: "Site-1" e "Site-2" possui uma função que o admin pode apagar/editar algum produto, essa busca só é possível ser feita por nome do produto. "Site-2" Segundos antes do admim do site-1 apagar o produto, o admin do site-2 foi lá e modificou o nome, logo então haverá erro de query no site-1. Lógico que esse cuidado deve ser tomado até mesmo se fosse um único site.
  4. capturar largura e altura da imagem clicada

    var img = document.getElementById('imagem'); var iH = img.offsetHeight; var iW = img.offsetWidth; alert('Altura: ' + iH + ' / Largura: ' + iW); Seria isso? Só mais uma coisa, porque só olhei por rapido o código, me parece que você quer exibir 3 imagens com ID imagem o que vai dar erro, porque nunca se pode ter mais de 1 identificador por página. O HTML ou javascript só pode interpretar 1 identificador, pois é para isso que eles servem distinguir uma coisa da outra.
  5. Como evitar inserção de tags HTML no banco de dados?

    Explique direito. Evitar que qualquer tag HTML seja removida? Modificar-las para outro tipo de caractere? Inseri-las mas com segurança no banco? Discutimos muito bem sobre esse assunto aqui:
  6. Preciso de ajuda com um trabalho

    Você pode colocar um input type hidden com value $troco. Na hora de fazer o insert é só consultar esse valor (Não esquecer de passar filtragens para prever SQL-inject) Pode ser validando ou convertendo o valor para INTEGER. $total1 é o valor da sessão então é só reutilizar, "isso é o básico de orientação (reaproveitar o máximo que puder para fazer menos e desenvolver muito mais)". Também não esquecer de filtragem, aliás qualquer dado que venha do lado do cliente deve ser filtrado. Sobre filtragens é um assunto muito mais complexo para passar em um mero post. A data é simples. O php já possui uma função nativa para isso: $dataAtual = date('Y-m-d'); Vai ser algo como isso: 2018-02-15 O que deve ser injetado em uma coluna do tipo date expl.: `data_de_registro` date DEFAULT NULL, Para mostrar a data com o formato utilizado aqui no brasil pode criar uma função para isso: function mostrarData($date) { return implode('/', array_reverse(explode('-', $date))); } Assim sendo: echo mostrarData($dataAtual); Vai imprimir algo como isso: 15/02/2018 Para prever erros de fuso horário você pode adicionar isso: date_default_timezone_set('Brazil/East'); No entanto vá com calma der um passo de cada vez, pois você está aprendendo e o caminho do aprendizado nunca termina, então não precisa ter pressa, aprenda o que poder e o quanto puder de uma coisa por vez, para não se atropelar. Sempre procure se reinventar e melhorar cada vez mais.
  7. Preciso de ajuda com um trabalho

    session_start(); // Registro de sessão // Apenas para criar a váriável para o exemplo if (empty($_SESSION['resultado'])) { $_SESSION['resultado'] = 0; } // Digamos então que meu select retorna 1 como valor $valor_que_veio_na_query = 1; // Pego a sessão e mando somar e atribuir o valor do select $_SESSION['resultado'] += $valor_que_veio_na_query; // Debug do resultado var_dump($_SESSION['resultado']); Quando se cria um sessão é uma array global pode ser acessada em qualquer arquivo dentro do mesmo endereço url e é permanente enquanto o navegador estiver acessando esse endereço. Nesse caso aqui a GLOBAL session é criada em um arquivo, mas eu poderia em outro arquivo dar um echo nessa sessão que mostraria o mesmo resultado. Mas deve-se primeiro verificar se o valor existe, ou se está vazio ou é nulo, porque nesses termos se tentar mostrar um resultado que não existe o php retorna erro. Para verificar o valor pode ser feito como no exemplo onde simplesmente verifico se o valor da $_SESSION['resultado'] está vazio, se sim atribuo o valor zero. No caso de mostrar seria a mesma coisa, só que ao invés de atribuir valor é mostrar.
  8. Mensagem "Confirmar reenvio de formulário" aparecendo - Ajax

    É porque o asynchronous não está funcionando (ajax feito errado). Poste o código javascript, usando spoiler e code para que possamos ajudar.
  9. Preciso de ajuda com um trabalho

    Primeiramente se está a fazer um curso/aulas seu professor já errou ao lhe instruir a suar msqli. Um professor que se preze já começa a introduzir o aluno usando PDO. Pelo que percebi o que você quer a cada select some o valor do select anterior com o valor do select atual. Pois bem, nesse caso a cada select no arquivo a(s) var(s) são reescritas aplicando os valores do select atual, o que será impossível pegar os valores anteriores, a não ser que crie uma constant a cada select. Então o que tem que fazer é pegar o valor que queira somar ao próximo select e armazenar-lo em uma var ou array permanente. O que se aplica a armazenar o valor em uma $_SESSION por exemplo. Debug:
  10. Evento onclick não funciona!!

    Na verdade isso irá funcionar sim. Mas não por evento evento click..... Testa assim: <button name="button">click</button> <script type="text/javascript"> var btn = document.getElementsByTagName("button"); btn[0].onclick = function () { alert("Funciona!"); }; </script> De uma conferida nisso: https://developer.mozilla.org/pt-BR/docs/Web/JavaScript Tudo que quiser saber sobre javascript você encontra aqui. É um ótimo lugar para quem está começando.
  11. Muitas querys repetidas em paginação

    Para 1~2~3......... Pessoas fazendo isso não tem problema. Mas partir do ponto de vista do meu primeiro Chat-Box que desenvolvi onde a cada meio segundo era uma query nova, então imagina só o que aconteceu ao chat bater mais de 300 pessoas online, lembrando que elas também estavam conversando entre sí..... Ao me recordar desse fato de uma época em que tinha pouca experiência resolvi foi mesmo é passar um 404 de todo tamanho, porque o cara fazer essa alteração na url, obviamente não tem lógica, a única intenção mesmo é má fé do usuário.
  12. @soniapimenta Entenda isso, pois é aplicado não só ao PHP mas como várias linguagens de programação.
  13. Div deslizante

    @Eduardo Honorato isso é bem simples dependendo do resultado que deseja. Por exemplo tenho div-1 div-2 div-3 Ambas div devem ter exatamente a mesma largura digamos uns 400px logo então devo colocar-las de forma que se alinhem uma ao lado da outra causando um overflow na página (ela vai ter uma barra de rolagem lateral equivalente ao tamanho de todas divs reunidas) Então nesse caso colocamos essas 3 div internas a outra que deve ocultar seu conteúdo de rolagem. Logo assim teremos 1 div mostrando apenas a div-1 O efeito é simples pode ser acionado por tempo "timeout", toque "clique do mouse" ou movimento "do mouse", touch screen "toque na tela em aparelhos móveis atuais". Contudo é só aplicar uma margin-left inferior ao tamanho total da div do caso 400px elemento.style.marginLeft = '-400px'; Lembrando de fazer a soma para aplicar de acordo com a quantidade de espaço no caso a div-2 seria uma margin legativa de 800px e assim por diante, quando atingir o cota máxima a próxima ação deve restaurar as posições inicias de todos elementos para recomeçar o ciclo. Sendo tudo passível a automação via javascript, sendo apenas necessário a aplicação HTML dos elementos que o javascript se encarrega de fazer o resto. Como eu não sei seu nível de capacidade de programação em javascript, e por já possuir aqui um exemplo pronto, que utilizei em uma aula que dei. Optaremos pelo uso da jQurey que provavelmente se já não utiliza em seu projeto acredito que irá utilizar pois muitos aderem a essa biblioteca pela facilidade de uso dela. HTML SlideCarrousel.CSS SlideCarrousel.JS Nota: Isso é só um exemplo simples, que obrigatoriamente depende de uma biblioteca externa no caso a jQuery. Mas facilmente pode modificado para utilizar javascript pois o conceito eu fiz de forma a só alterar a forma que os elementos são encapsulados e executados.
  14. Parar o alert, não deixar cadastrar depois de OK

    @Rangel Ezln Na teoria seu código está correto. Acredito que possa ser o valor do input que você não esteja capturando. Eu pessoalmente faria algo assim: var valor_do_input = 'xxxxxxx'; var a = ['aaa','bbb','ccc','ddd','eee']; if(a.indexOf(valor_do_input) !== -1) { alert("O valor do input existe dentro da array"); } else { alert("Não tem o valor " + valor_do_input + " dentro do array"); } Sobre usar uma biblioteca externa. Jamais faça isso! A não ser que vá ter de utilizar vários recursos dela. Hoje em dia cada vez mais e mais sites estão fazendo da internet um lixo pelo uso dessa má prática de implementar um biblioteca para executar um simples coisa, pra que gerar X tantos kbs ou MB para executar uma função que você possa fazer um 5~6 linhas gerando menos de 10 bits? Para mais detalhe array/indexOf: https://developer.mozilla.org/pt-BR/docs/Web/JavaScript/Reference/Global_Objects/Array/indexOf
  15. Entrega de projeto em tempo hábil x qualidade do código

    Prazos... Templo, qualidade do serviço.... Dilema de um desenvolvedor.... Então, como já disseram, pouco importa como foi feito ou como funciona, para o cliente ele só quer a coisa funcionando e entregue no menor tempo e custo possível. (Até hoje nunca vi ninguém chegar e dize: Eu quero a coisa impecável, leve o tempo e custo que for necessário) Sobre a qualidade vamos ver uma situação. Então o foco de deve ter é entregar mais rápido o possível, com a melhor qualidade possível dentro do limite de prazo (Nunca vir com a desculpa que vai precisar de mais tempo, isso soa como incompetência). O que pode fazer é terminar o projeto (dentro do prazo) apresentar para o cliente e lhe pedir mais tempo para fazer melhorias por um custo bem menor do que cobrou na produção, como isso você passa a responsabilidade da qualidade para as mãos do cliente. E como também disseram, não se preocupe demais em otimização, porque você melhora aqui e ali e sempre a o que melhorar.
×

Informação importante

Ao usar o fórum, você concorda com nossos Termos e condições.

Este projeto é mantido e patrocinado pelas empresas:
Hospedado por: