Jump to content

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Preceptor

O web master perfeito

Recommended Posts

se existe o webmaster perfeito eu não sei não .... mais que aqui no iMaster tem os mais FUDID**S concertezapra mim pelo os trabalho que já vi deles eu curti o d.eleete e o VBA !!!!!da uma espiada qndo puder no curriculo do VBA no site dele....se ele fizer mesmo tudo que ta la...com 21 anos ..... :rolleyes: eu tenho me me ferr#4@ muito ainda, quebrando a cabeça na frente deste pc !!!! :P

Kra, sou fã do vba tbm :huh:

Share this post


Link to post
Share on other sites

nussssaaaa........ :o :o :o

 

só uma coisa

 

Imagem PostadaImagem PostadaImagem PostadaImagem PostadaImagem PostadaImagem Postada

 

sem palavras para esse cara, alex.lana,,,,, o cara deu uma aula de TI, Marketing & Programação Imagem PostadaImagem Postada

 

você faz cuso de TI , marketing algo assim do genero???? :o :o

 

muito boa sua explicação não tem nem o que adicionar..... !!!

 

o negócio é saber tanto do mundo virtual quanto do mundo real !!!!

 

* abismado ainda * :D :o :o

Share this post


Link to post
Share on other sites

nussssaaaa........só uma coisa sem palavras para esse cara, alex.lana,,,,, o cara deu uma aula de TI, Marketing & Programação você faz cuso de TI , marketing algo assim do genero????muito boa sua explicação não tem nem o que adicionar..... !!!o negócio é saber tanto do mundo virtual quanto do mundo real !!!!* abismado ainda *

Sou publicitário, mas trabalho na área.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Quanto ao texto do alex.lana só acrescentaria que ao invez de "Programação é estruturar a lógica" pode ser "Análise de Sistemas é estruturar a lógica" e que a programação, que é essencialmente uma função técnica, na verdade não deve ter a menor liberdade de alterar a "estrutura lógica" resultante do trabalho do Analista...

 

Não conheço nenhuma Faculdade de Programação, mas existem muitas de Análise de Sistemas...

 

Para explicar melhor: O analista é como um arquiteto, ele "desenha" seu projeto, trabalhando diretamente com as idéias e aspirações que o cliente precisa... depois disso, a obra vai ser encomendada a um empreiteiro, que contratará os pedreiros e marceneiros... O empreiteiro não precisa "trabalhar" fisicamente na obra, mas é o responsável pelo trabalho dos seus comandados... Nem o empreiteiro, nem o pedreiro nem ninguem pode alterar qualquer especificação apresentada nos desenhos do arquiteto... Se algo estiver errado, o arquiteto é chamado para alterar... Também é a assinatura do arquiteto que aparece como o responsável pela obra, e é ele que será responsabilizado se esta casa vier a cair na cabeça do cliente...

 

O arquiteto tem conhecimento técnico suficiente para dar as especificações de uma obra e criatividade para fazer desta obra uma coisa bonita... (ou nem tão bonita)

 

Voltando ao nosso meio:

O arquiteto-analista é o cara mais importante de um projeto web, é ele que vai dizer como é que as coisas deverão ser feitas para que o site cumpra sua função... (ele precisa ter um curso superior para ser reconhecido como tal)

 

O empreiteiro-webmaster é o cara que parece que manda mas na verdade não manda nada, embora seja o responsável pelo andamento geral da obra... (ele não precisa ter nenhum curso mas tem que saber fazer o trabalho)

 

Os pedreiros-webdesigners devem apenas fazer o trabalho para o qual são (mal) pagos... (não se enganem, no mercado profissional de sites, o design é apenas um detalhe.)

 

Quando o site tem uma função útil a ser executada, passa a ser um sistema e é desenvolvido por um Analista de sistemas... Quando a função do site é a comunicação, é desenvolvido por um profissional desta área, seja um designer profissional, artista plástico, publicitário, etc... Os sites importantes geralmente trabalham com estes dois profissionais em conjunto.

 

Fora isso sobra uma grande quantidade de "Analistas" amadores: os webdevelopers, que tem conhecimento suficiente para "desenvolverem" uma "solução" para o cliente... Esta solução pode englobar todos os aspectos do site: análise, design, programação e manutenção... para os quais o mesmo cara pode resolver tudo ou pode contratar a ajuda de outros...

 

Resumindo: webdesigner é um operário, webmaster é um cargo de gerente... webdeveloper é um micro-empresário, tem mais respeito (e responsabilidades) e habilita o cara a ganhar uma grana legal...

 

O webdeveloper tem condições de vender e fazer um site completo, pode ter sua própria empresa e assim, pegar todos os clientes que não fazem questão da assinatura de um cara formado na universidade... (em uma questão de custo, pra construir uma casa quem sai mais barato: o arquiteto ou o empreiteiro?)

 

Se o webdeveloper reunir o conhecimento técnico e a criatividade artística, só falta uma coisa para a perfeição: que este cara pare de fazer programações e layouts e passe a "orientar e vender" o trabalho de outras pessoas especializadas... O trabalho de um webdeveloper perfeito é extremamente sinérgico (quando a soma é maior que as partes individuais): ele contrata um bom programador e um bom designer e o resultado é infinitamente melhor que se cada um tentasse fazer o trabalho sozinho... Com uma equipe como esta é capaz de fazer uma linha de produção de muuuitos sites de elevada qualidade dentro de prazos de entrega realistas... Se o webdeveloper tentar fazer todo o trabalho sozinho o seu rendimento (faturamento) fica muuuito limitado (e isso não é sinal de perfeição)...

 

Lucky :P

Share this post


Link to post
Share on other sites

Lucky :ph34r: , espetacular.Só adicionando algo ao contexto geral:Todos sabemos que estas profissões(internet) são bastante difundidas pelo fato de quase sempre o profissional não necessitar de uma formação, como uma faculdade, o que atrai principalmente os jovens. Porém aos poucos vão surgindo outros profissionais de outras áreas e com o querido diploma debaixo do braço (ñ acho isso ruim) agregando seus conhecimentos e tomando esse mercadoÉ a partir desse processo que o conceito de web master, web designer, web developer se transforma.

Share this post


Link to post
Share on other sites

CARAMBA!!!!!O nível da discussão está altíssimo..... :) Muito legal o que estão postando aqui..... Com certeza está abrindo a cabeça de muitos aqui, principalmente os mais jovens.... (não que eu seja velho..... :ph34r: ).Concordo quando dizem que o profissional de hoje tem que ser um "generalista especialista", ou seja, conhece um pouco de tudo, mas é especialista em uma ou 2 áreas específicas, e que se completam.Porém, não podemos ser somemente generalistas, conhecedores de tudo um pouco, pois não conseguiremos agragar valor a nosso trabalho...E também não podemos ser somente especialistas, porque aí ficaremos "bitolados" a uma ou 2 áreas, não tendo assim uma visão geral do todo, ou não conseguindo atuar em outras áreas....Abraços

Share this post


Link to post
Share on other sites

É isso aí, Lucky!Só pra ressaltar uma coisa que você disse, profissionais de uma ou outra área terão maior valor ou responsabilidade na criação ou desenvolvimento do site dependendo da função que esse site vai ter.Também não sei até que nível o pessoal que cursa computação ou análise de sistemas normalmente vai no estudo de ergonomia de interfaces, acho q devem estudar isso por alto a não ser que busquem uma especialização independente da grade normal do curso. Isso me faz crer que o pessoal de desenho industria (designers) é muito indicado mesmo para dar apoio a projetos que tenham ênfase na funcionalidade tb, já que lidam com formas de tornar a informação compreensível independente da mídia que utilizem.No caso de desenvolvimento de interfaces, beleza põe mesa. Uma boa organização das informações, tanto visualmente, quanto por categorias, faz do site (ou outro produto de informática) algo mais bonito e agradável de se olhar, além de nos permitir encontrar os "alimentos" que procuramos em nossa "mesa" com muito mais facilidade.Tiro o chapéu para os bons designers e acho que, além do pessoal de informática, esses são profissionais essenciais nos projetos de sites e outras interfaces.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Arte é uma coisa um pouco complexa (assim como programação), e exige um pouco mais do que bom senso e sensibilidade. Existem muitos que se dizem "designers", e não sabem apreciar um bom quadro, ou não entendem nem um pouco de história da arte... E não falo isso só dos iniciantes. Existem até profissionais formados que dominam esse ou aquele software e saem fazendo "design", mas que design é esse?Como você disse, "existem conceitos básicos de design que servem tanto para o papel quanto para monitores"... mas tem muita coisa que não se aplica. Não se pode usar regras de diagramação de uma revista, por exemplo, pra fazer um site. Não é porque o sujeito domina o Photoshop que ele vai sair desenhando sites...Sensibilidade não se aprende, isso é dom. Enfim... acho que essa história de webmaster perfeito é conversa de quem acha que sabe de tudo, mas apenas ACHA... pra ser um bom profissional, você tem que ter CERTEZA.Ou seja, acho que designers e programadores são profissionais distintos, e cada um tem sua função.Tudo bem que tem alguns excepcionais profissionais, que sabem um pouco de tudo mas na boa, eles não resolvem tudo sozinhos.Já pensou se um ortopedista resolve fazer uma operação de coração?AbraçosWizard

Share this post


Link to post
Share on other sites

Wizard,O que estávamos dizendo é que não existe webmaster perfeito, depende do projeto e da função que essa pessoa vai desempenhar no projeto, ou seja, extrapolamos a questão de ser webmaster. Também diferenciamos algumas funções aqui nesse tópico, ou seja, já dissemos que designers, programadores e outros são distintos.Outra coisa é que ninguém precisa ser tão excepcional assim pra entender de programação visual e programação de computador, se você faz trabalhos pra web então, pra muitos você dá conta de fazer tudo sozinho.Design não é arte e muito menos software, bom senso se aprende ouvindo e errando, sensibilidade todos temos em algum nível e podemos aperfeiçoar. Tem gente que não adianta forçar a barra mesmo pq não nasceu pra uma ou outra profissão, mas conheço muita gente que não tem o menor dom pra desenho e com algumas técnicas que aprendeu pode fazer um retrato seu. Muita gente mesmo.Profissionais formados que dominam esse ou aquele software e não se aprofundam nas bases do que deviam ter aprendido não são bons. Imagina um médico que domina um software que tem o histórico do cliente, mas não entende nada de doença. Software para o design é como o lápis, a tinta e a letraset que se usa hoje em dia.Todos os conceitos que usamos para diagramar uma revista nós podemos usar para fazer um site. Legibilidade, espaços vazios, espaços preenchidos, formas, geometria, gestalt, ergonomia etc, está tudo aí, em qualquer mídia. Muita coisa se aplica até ao rádio e à música se a gente transpor os conceitos visuais para os sons.As grandes diferenças de revista pra site é o hipertexto, a multimídia e a informação dinâmica. Uso referências em revista que funcionam como hipertexto bem primitivo, uso conceitos de composição para imagens e páginas da revista que tb uso pra compor as imagens em movimento da multimídia e uso padrões nas revistas que tb uso pra diagramar informação dinâmica.Quem entende de Photoshop é operador de micro, pra ser designer tb precisa aprender muitas outras coisas. ;) Abraços,alx

Share this post


Link to post
Share on other sites

Então... foi mais ou menos isso o que eu quis dizer... a minha indagação, se refere aos que imaginam ser os profissionais perfeitos e não se aprofundam no que gostam, ou conhecem. Se dizem designer, mas não estudam as "muitas outras coisas" que você disse no fim do texto.Claro que dá pra passar as técnicas de diagramação e espaçamento de uma revista para um site, mas isso exige um pouco mais do que treinamento. Tem cara que se diz designer e vem aqui no fórum perguntar qual a diferença entre CMYK e RGB...Como eu disse, qualquer micreiro pode fazer um site, e podem eventualmente, "treinar" essas técnicas, mas não sabem por que o fazem. Não estudam a história da arte, não estudam as técnicas de outros designers, não estudam tipologia, e por aí vai... Como dizia um velho mestre meu: "Não adianta dominar todos os softwares se você não sabe desenhar uma flor na prancheta"Vamos ao ponto: sou designer e estou desempregado atualmente, e o que me deixa mais chateado, é que o mercado realmente prefere esse profissional "hibrido", que "entende" de programação e de design e custa a metade de 2 profissionais especialistas, mas às vezes, ele vale metade do que pagam...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Talves seja interessante realçar que na verdade produzir para internet é como escrever resumos:

 

A capacidade de um browser reproduzir corretamente um certo conteudo é extremamente limitada, até pela própria linguagem (html) utilizada para isso... Uma linguagem que não é capaz de indicar com precisão onde e de que tamanho um texto ou imagem deve aparecer numa página e esta ainda pode ter diversos tamanhos e variações de cores conforme o sabor das configurações de cada usuário, assim diria até que o web/master/developer/designer/etc perfeito é o que melhor consegue adaptar as já conhecidas técnicas de programação, design, legibilidade, beleza, funcionalidade e tudo mais dentro das limitações inerentes a produção web de forma a conseguir um resultado com o máximo de eficiência.

 

Diria que e o "cara" é aquele que, na linguagem web, sabe falar bem com poucas palavras...

 

Lucky

Share this post


Link to post
Share on other sites

Como experiência própria:Quando comecei a trabalhar com desenvolvimento eu tinha uma ânsia em utilizar ferramentas novas e diferentes. Fato que com certeza me atrapalhou e muito na especialização em ferramentas primordiais.Hoje para chegar num bom nível de profissionalismo o desenvolvedor tem que focar seus conhecimentos nos softwares que realmente lhe são importantes.Para desenvolver atualmente preciso de apenas 3 softwares importantes e algumas ferramentas auxiliares.Esse papo de saber de tudo um pouco eu acho que não funciona.p.s.: Eu citei esses fatos baseado em design... a parte de programação ja implica muitas outras coisas..

Share this post


Link to post
Share on other sites

×

Important Information

Ao usar o fórum, você concorda com nossos Terms of Use.