Jump to content

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

João Prado

O anúncio prematuro da morte do FLASH

Recommended Posts

Para os antenados em tecnologia, nunca houve um período de batalha tão intenso entre tecnologias quanto hoje em dia. Com o advento dos i<qualquer coisa> da Apple, que propõe-se a disponibilizar ” toda a experiência web na palma da sua mão”, mas recusam-se a incorporar o famoso Flash, desenvolvedores e consumidores foram obrigados a iniciar uma busca por substitutos. Coincidentemente, o avanço das tecnologias abertas, como os padrões CSS3 e HTML5 fez com que este último fosse quase que automaticamente eleito como “sucessor do flash”, chegando a ser citado por Steve Jobs como um substituto perfeito para o programete da Adobe.

 

Eu não sei vocês, mas na terra de onde eu venho a gente não costuma enterrar ninguém a menos que o defunto esteja realmente frio e no caso do Flash, existem muitos fatores que determinam sua vida ou morte. Hoje vou falar de apenas um deles: SUPORTE.

 

 

 

Todo mundo sabe que nos últimos meses, depois que o tio Steve anunciou que jamais disponibilizaria o plugin do flash em seus iBrinquedos, surgiu um frenesi de desenvolvimento em HTML5 que parece ter convencido até alguns desenvolvedores da própria adobe de que o Flash vai, enfim, morrer e dar lugar ao famoso Canvas e suas animações via javascript. Oras, em teoria, isso é muito lindo, na prática nem tanto. Se o propósito é elimitar o famigerado “plugin” e utilizar apenas recursos nativos dos browsers, devemos partir do princípio de que o tal browser detém estes recursos, certo? Então vamos analisar o suporte ao HTML5 nos browsers mais usados do mercado:

 

Primeiro, o Safari, lindo browser da Apple em sua versão 4.0 para windows

 

Imagem Postada

 

 

 

 

Agora o Firefox, que tantos amam:

 

Imagem Postada

 

 

 

 

Chrome, da google, correndo por fora:

 

Imagem Postada

 

 

 

 

Opera:

 

Imagem Postada

 

 

 

 

por último o patinho feio dos browsers, aquele coitadinho que ninguém gosta, o Internet Explorer, da Microsoft.

 

Imagem Postada

 

 

 

 

Como vocês podem ver, o único browser que suporta todo o HTML5 (tá, o geoip não, mas quem liga pra isso?) é o Safari, da Apple, seguido de pertinho pelo Chrome. Agora, alguém mais acha curioso que o Steve Jobs esteja empurrando tanto o HTML5 ?

 

Outra questão muito pertinente é: Se a Apple está fazendo isso pelos padrões abertos e por querer que a internet seja um ambiente onde os padrões de código livre imperem, porque ela não libera o código do Safari para que outros browsers possam incorporar o suporte que eles já tem? Será que é porque eles querem aumentar a penetração da própria empresa no mercado de browsers? Não sei… mas parece que existe essa possibilidade.

 

Sei que muitos de vocês devem estar pensando: “Ah, dane-se o Internet Explorer, vamos simplesmente parar de usá-lo e a internet vai seguir em frente, lindamente com o HTML5 e todos os seus lindos recursos”, certo?

 

Bom, se esse for o caso, observer os próximos gráficos:

 

Imagem Postada

 

Imagem Postada

 

 

 

 

 

Eles mostram a participação do Internet Explorer no mercado de computadores conectados à internet. Impressionante não é? A partir dele, nós podemos concluir que apenas 11.81% dos computadores mundiais tem acesso a todos os recursos do HTML5, enquanto que quase 60% não tem QUALQUER suporte a ele. (tá, mentira, o @fontface funciona no IE8, você pode não matar o flash, mas vai fazer aquele texto usando Comic Sans no seu site sem usar imagens).

 

Ok, pelo menos na minha cabeça, isso já seria motivo para não declarar o Flash como uma tecnologia morta e fadada ao fracasso, certo? Mas como eu gosto de deixar tudo muito bem explicado, vejam a penetração do flash nos computadores conectados à ainternet:

 

Imagem Postada

 

 

 

 

Wow, até que para uma tecnologia morta, o Flash vai muito bem, obrigado.

 

E se mesmo depois disso tudo você for daquele tipo de pessoa que acredita demais no que dizem as notas do Steve Jobs (pra não dizer que você é uma pessoa que teve a mente lavada), veja a tendência de mercado de browsers:

 

Imagem Postada

 

 

 

 

Parece para alguém que isso vai mudar muito nos próximos meses?

 

Pra mim não. Então até que isso mude, por favor, parem de me dizer que o Flash vai morrer, que o HTML5 vai dominar o mundo e que o Steve Jobs sabe o que diz, até porque suporte não é o único motivo que faz o Flash superar o HTML5 por enquanto.

 

Obrigado!

 

 

Fonte

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mas a MS deve mudar isso no IE na próxima versão já

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mas nenhuma migração acontece de uma hora pra outra, os browsers não vão ficar anos sem suporte a HTML5, Steve Jobs só está tentando acelerar as coisas... E duvido muito de que, se o Jobs não ceder ao Flash, o resto do mundo vai continuar usando o flash...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Também acho que jobs so ta querendo acelerar o processo de adoção do html 5, e que tanto faz ele não aceitar o flash, maioria do mundo ainda vai continuar atualizando e a adobe vai vir com a resposta pra jobs rapidinho, esperem.

ABs

Share this post


Link to post
Share on other sites

"o patinho feio dos browsers, aquele coitadinho que ninguém gosta"

Hahahahaha Gostei da definição. Deu até dó de verdade agora!

 

Mas eu concordo com o Brito, o Steve Jobs deve estar querendo acelerar mesmo. Mesmo pq... não deixa de ser muita vantagem...

Agora, é fato que algumas coisas não substituem outras. Pelo menos por enquanto

Share this post


Link to post
Share on other sites

×

Important Information

Ao usar o fórum, você concorda com nossos Terms of Use.