Ir para conteúdo
Apenas Eu

Valor de logotipo. A partir de quanto mesmo?

Recommended Posts

Olá!

esta minha questão já deve ter sido considerado diversas vezes por aki. Mas eu pesquisei e não mais encontrei.

 

Eu sei que o preço da criação de logotipo vai de acordo com o trabalho, para quem faz e de qual região que trabalho.

 

Eu gostaria de saber atualmente a partir de quanto, em média, é cobrado um logotipo ou a média do valor por hora que o pessoal cobra. Gostaria apenas de uma base.....

 

Se fosse avaliar, acho que é o logo que terei que fazer é de dificuldade média.

 

Obrigado :)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

50 reais é? Quanto vale sua hora de trabalho? 1 real?

 

 

Apenas Eu, você mesmo já citou os motivos pelos quais não temos como te dar uma base de quanto cobrar.

 

Como você avalia essa dificuldade? Se você consegue avaliar a dificuldade, acho que consegue avaliar também o tempo que levará para finalizar, certo?

 

 

Se você tem tempo em mãos, tente estabelecer um valor/hora para seu trabalho, assim facilitará muito na hora de cobrar. ;)

 

 

 

Abraços

  • +1 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Apenas Eu

 

Bom dia!

 

Como você mesmo disse, existem muitas variáveis que devem ser analisadas.

 

Existem várias formas de calcular o valor de um produto/serviço. No caso de serviços, em geral é usado um valor/hora.

 

 

Mas sendo prático, na minha região e um profissional de nível pleno de criação, cobra em média R$ 120,00 (cento e vinte reais) por hora. Um logotipo bem feito leva em média 8~10h de criação.

 

Faça as contas.

 

 

Abraços!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

R$ 50,00 Um logotipo ? Se eu cobrar R$ 50,00 Uso o dinheiro para comprar um batom, uma saia, e uma bolsa, porque prostituta eu já virei, Realmente o valor varia de região para região, de cliente para cliente, se você gastar 8h para criar um logo para um logotipo para um Sr de alta classe, e gastar 2 dias para criar um logotipo de um padeiro de um baixo pequeno, isso não significa que para o logotipo do padeiro deve se cobrar mais, Avalie seu trabalho, Avalie suas qualidades, e cobre pelo seu serviço, também não saia por ai achando que é o Good Of Design cobrando super caro, um bom diálogo e uma boa estratégia poder melhorar a sua relação com o cliente, tente sempre antes saber quanto o cliente quer investir na sua empresa, isso beneficia ambos os lados, pois assim você pode ver o serviço que melhor se enquadra, pelo preço do cliente e o que ele necessita. Lembre-se sempre, Quem compra por preço de banana, ganha serviço de macaco. o/

 

Em breve eu estarei fazendo um tópico com a minha opinião sobre esse tema "polêmico" <_<

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A parte mais "chata" da criação de logotipos é a identificação visual... quando você já tem a ideia de como fazer, o trabalho flui normalmente. Os preços podem variar de acordo com o tempo de exposição do produto ou se ele é famoso na sua região. Se a empresa que o contratou tiver muitos clientes, logo, seu logotipo será mais visualizado e receberá mais críticas e/ou elogios. Quanto mais original for (diferente de todos os que você tentou buscar inspiração), mais caro ele poderá ser.

 

Att;

Igor Carvalho

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
R$ 50,00 Um logotipo ? Se eu cobrar R$ 50,00 Uso o dinheiro para comprar um batom, uma saia, e uma bolsa, porque prostituta eu já virei,

:clap:

 

--

 

se você gastar 8h para criar um logo para um logotipo para um Sr de alta classe, e gastar 2 dias para criar um logotipo de um padeiro de um baixo pequeno, isso não significa que para o logotipo do padeiro deve se cobrar mais

Veja, existem N formas de criar um valor pelo trabalho criado. Afinal, você cobra pelo valor do trabalho, pelo valor da disponibilidade, pela criação ou pelos 3 juntos? Há profissionais que cobram pelo "trabalho" manual que teve. Outros, cobram pelo tempo despendido na execução deste serviço. E existem ainda os que vendem a criatividade. Claro que, de certa ótica, o ideal é você buscar o equilíbrio entre estes três. Entretanto, nem sempre essa fórmula será a ideal. Veja que não estamos falando de um produto físico. Não estamos, por exemplo, vendendo um pendrive... bem mais simplificado em avaliar um valor (claro, sem questões filosóficas e Marx... senão o tópico fica sem fim...heheh); e sim um serviço. Um serviço. E um serviço, na sua forma básica, se baseia em tempo, dificuldade, resultado final... enfim, quantas variáveis forem possíveis aplicar. O que podemos fazer, num primeiro momento, é basear um valor/hora que resulte um norte. Este valor/hora deve estar incluso: custos fixos, previsão de custos variáveis, lucro, taxa de depreciação de patrimônio, investimentos...

Veja: você quando fecha um trabalho prevê uma certa carga horária que irá 'gastar' para fazer determinado serviço. 10h = R$ 1.200,00. Se o cliente aprovou o orçamento e você gastar 16h, o prejuízo é seu. Simples. Se você gastar 8h... bem, já consegui ser bem claro.

 

 

Abraços!

Editado por T.Colucci

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Galera, não sou designer, sou programador backend. Mas gostaria de dar minha opinião.

Existe cliente de R$50,00 e cliente de R$50,000. Cabe a você, baseado em sua experiência, focar no público que você quer atingir

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu tbm levo em conta o "peso" da marca no mercado...um exemplo extremo é usar a mesma base de calculo para orçar o redesenho do logo da coca-cola e o do joão da padaria, pra mim isso não faz sentido.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Redesenho do logo da coca-cola e o do joão da padaria, pra mim isso não faz sentido.

 

Se você faz o redesenho da logo da coca-cola, então mais do que certo que você não faz o do 'joão da padaria'. É um exemplo descabido de realidade, o que, por si só não deve ser levado em consideração.

 

E mais: Você não pode alterar o valor de um serviço 'porque um cliente pode pagar mais ou pagar menos'. Isso é absolutamente incompatível. O valor é um para o serviço. Se você contrata uma empresa para limpar sua piscina ela irá cobrar o mesmo valor que cobraria de um Eike Batista, desde que a piscina e serviços (limpeza, manutenção e etc) sejam compatíveis. A mudança de valores "de acordo com a cara do cliente" é errada e anti-ética. Não conheço nenhum profissional / agência sérios e de renome que faça(m) tal prática. O que eles podem fazer, para um cliente de maior poder de investimento, é oferecer MAIS serviços, MAIS estratégias, MAIS ferramentas o que assim, faz 'engordar' o valor investido.

 

 

Faça cálculos: estime seus custos variáveis, seus impostos, coloque no papel seus custos fixos, a depreciação de patrimônio, estime um lucro. Entenda lucro != faturamento. A partir daí você terá um norte para ver qual valor da sua hora/trabalho e por fim, mensurar um valor para seu trabalho.

 

É chato. É, muito. Mas É assim que funciona! :)

 

 

Abraços!

Editado por T.Colucci
  • +1 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

 

Se você faz o redesenho da logo da coca-cola, então mais do que certo que você não faz o do 'joão da padaria'. É um exemplo descabido de realidade, o que, por si só não deve ser levado em consideração.

 

 

Então no seu ponto de vista um profissional que presta serviços para multinacionais não pode trabalhar com empresas de pequeno e/ou médio porte?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Então no seu ponto de vista um profissional que presta serviços para multinacionais não pode trabalhar com empresas de pequeno e/ou médio porte?

No meu ponto de vista uma empresa/profissional que presta serviços para multinacionais trabalha quase, senão exclusivamente, com estas contas. Quando uma empresa monta uma estrutura de custo de R$ 1 milhão / mês, acredito ser muito difícil buscar clientes de R$ 1.000,00.

Estes, em geral, são atendidos por agências/profissionais que focam neste nicho.

Abraços.

  • +1 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Já eu prefiro não limitar...A empresa pequena de hj pode ser tornar a multinacional de amanhã, e se eu puder fazer parte desse crescimento desde o início, melhor pra mim.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Já eu prefiro não limitar.

Uma séérie de fatores influenciam na escolha de um nicho de mercado escolhido como target. Não é simples.

--

A empresa pequena de hj pode ser tornar a multinacional de amanhã

Sem dúvida alguma, ninguém disse o contrário.

--

O que estamos discutindo, antes de tudo, diga-se, é a mensuraçao de valor / trabalho.

Deve existir um coeficiente que permita uma empresa/profissional sobreviver (e viver) de forma a ter lucro e sem ser injusto com nenhum cliente, seja de maior poder de investimento, seja menor.

Até o momento, o valor/hora tem se destacado.

Gostaria de saber quais métodos vocês usam! Vamos tentar centrar neste tópico e conseguir crescer com estas informações.

Abraços!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Esse post resume bem meu ponto de vista e acho que pode ajudar: Clique aqui

 

Pelo que li, duas observações básicas:

 

1. Ele disse mais ou menos o que falei antes. Se a Mercearia da Dona Maria te liga para querer um logotipo, então você já está atuando neste nicho de mercado. De forma direta ou indireta, mas está.

 

2. Esse papo de

O que você pretende fazer para melhorar o mercado do design no Brasil?
soa mais como utopia-pseudo-ativista em prol, de algo, que, convenhamos, novamente, é fora da realidade. O fazemos para melhorar o mercado do brasil é aumentar o nível dos trabalhos fundamentais. Essa prática social da coisa nada tem a ver com negócios, afinal, você, como profissional autônomo também é uma 'micro-empresa'. It's not personal, is business...

 

Mas, como foi dito no próprio post, existem formas de se contornar: facilitando o pagamento aumentando o numero de parcelas ou fazendo algum tipo de permuta. É o que eu, pessoalmente, faço: prefiro parcelar em 20x do que diminuir o valor. O trabalho/tempo despendido será o mesmo. E, após pagar o valor correto, a empresa dá muito mais valor a sua marca, ao seu conceito.

 

Abraços!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
E, após pagar o valor correto, a empresa dá muito mais valor a sua marca, ao seu conceito.

 

Acho que este é o ponto.

 

Antes de tudo as pessoas precisam entender que uma marca - e a criação dela - não é só um desenho e o nome da empresa (isto você faz em 5 minutos e cobra 5 reais).

 

Uma marca é o nome da empresa, como ela será vista no mercado e como será lembrada pelos clientes e concorrentes.

Inclusive isto é algo que você deve fazer seu cliente compreender, pois para ele é só um "desenhinho" qualquer.

 

Bom, este não é o assunto do tópico, o assunto é preço, mas deixo o link de um vídeo interessante sobre o assunto.

 

 

 

Falando agora sobre valor e como saber quanto cobrar, eu, primeiramente, assumo: eu não sei cobrar. Ainda.

 

Concordo 100% com o Tiago. A melhor forma de cobrar é baseando-se no tempo. Mas, pelo menos para mim, o problema continua, pois não sei definir exatamente o tempo gasto na criação.

 

 

Acho que neste caso não tem muita solução, além de especular um tempo (lembrando sempre de manter uma margem de erros).

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×

Informação importante

Ao usar o fórum, você concorda com nossos Termos e condições.